Porto de Santos volta a ficar congestionado

O porto da Baixada Santista é, atualmente, responsável por cerca de 25% de todo o comércio exterior feito pelo Brasil

Obra em Cumbica é razão de discórdia entre órgãos federais
Falta de fiscais atrasa liberação de cargas em Foz
Concordata da matriz não afetou GM no Brasil, afirma presidente

Muitos especialistas em transporte de cargas no Brasil veem problemas com a falta de infraestrutura logística no País. O Porto de Santos, o maior do Brasil, voltou a apresentar congestionamentos com a retomada das exportações. O porto da Baixada Santista é, atualmente, responsável por cerca de 25% de todo o comércio exterior feito pelo Brasil.

No mês de maio foi registrado o maior volume mensal nos 118 anos de história do porto, quando a movimentação total chegou a 8,959 milhões de toneladas. A expectativa da Companhia de Docas do Estado de São Paulo (Codesp) para o ano de 2010, que é movimentação de 89 milhões de toneladas, deve ser superada.

Diariamente, cerca de 14 mil caminhões passam pelo cais do porto.

Esse número subiu após a inauguração do trecho sul do Rodoanel, em março, que resultou em aumentou do fluxo de veículos pesados na Rodovia Anchieta, que liga a cidade de São Paulo à Baixada Santista. Atualmente, a Codesp está fazendo investimentos de R$ 457 milhões para reformar uma das vias da margem do porto, no lado direito. Com o aumento do fluxo do porto, uma obra similar deve ser necessária para o lado esquerdo.

Link para a matéria original

COMMENTS