Porto de Santos prevê aportes de US$ 3,5 bi da iniciativa privada

Os cerca de R$ 5 bilhões a serem aplicados no porto serão usados em obras de expansão e de acessibilidade, sendo que R$ 2 bilhões virão dos Programas de Aceleração do Crescimento 1 e 2 (PAC)

Queda nas vendas de veículos acirra concorrência em seguros
Triunfo apresenta menor tarifa de pedágio em SP
Odebrecht leva contrato para construir “Linha Laranja” em Miami

O Porto de Santos prevê receber mais US$ 3,5 bilhões de investimentos da iniciativa privada para obras de expansão e acessibilidade a partir de 2014, e R$ 6 bilhões originados do poder público para obras de infraestrutura de acesso, segundo o presidente da Companhia de Docas do Estado de São Paulo (Codesp), José Roberto Correa Serra, presente, ontem (5), em reunião na Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

De acordo com Serra, os  cerca de R$ 5 bilhões a serem aplicados no porto serão usados em obras de expansão e de acessibilidade, sendo que R$ 2 bilhões virão dos Programas de Aceleração do Crescimento 1 e 2 (PAC), e o restante, da iniciativa privada. “Esses investimentos serão realizados em obras até 2014, de forma a suprir as necessidades de demanda e de acesso que o porto irá receber nos próximos anos”, frisou ele.

Na reunião, na capital paulista, foram apresentados e discutidos o plano de expansão e o estudo desenvolvido pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para desenvolvimento hidroviário da região santista. A ideia é analisar os projetos  que não só beneficiarão o porto, mas também a logística do estado de São Paulo. “Com certeza é mais viável investir na infraestrutura de acesso ao nosso porto do que construir outros portos. O Porto de Santos é o 9° maior do mundo em opções de rota, não queremos migrar estas demandas para outros portos”, finalizou Serra.

Link para a matéria original

COMMENTS