Comissão destina 2,5% dos recursos para Exército fazer obras em rodovias

Relator lembra que o Exército atua em áreas de difícil acesso e de baixo interesse comercial

Embraer prevê queda nas vendas de aviões em 2009, mas nega demissões
Carro de passeio poderá usar biodiesel puro
BNDES realiza chamada pública para implantação do Corredor Ferroviário entre os oceanos Atlântico e Pacífico

A Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional aprovou na quarta-feira (19) a determinação de que pelo menos 2,5% dos recursos destinados a obras do Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (Dnit) sejam executados pelos Batalhões de Engenharia do Exército.

A proposta aprovada foi o substitutivo do relator, deputado Luiz Carlos Hauly (PSDB-PR), ao Projeto de Lei 1658/07, do deputado Vital do Rêgo Filho (PMDB-PB). Pelo projeto original, o percentual de recursos para obras em rodovias a ser destinado ao Exército era de 5%.

Limite menor

“O volume anual de recursos deve ter um limite inicial menor, o que é vantajoso sob o ponto de vista do planejamento. Um limite inferior menor proporciona a vantagem da não obrigatoriedade do repasse de recursos que não possam ser efetivamente utilizados no exercício considerado”, afirmou o relator.

O texto do substitutivo também passou a admitir que o Dnit e o Comando do Exército celebrem as condições de utilização dos recursos por quaisquer forma de ajuste legalmente previstos. O projeto original citava apenas os convênios. “Uma vez que a intenção é promover a regularidade do fluxo de recursos, é necessário evitar a exclusão de outras possibilidades do estabelecimento legal de parcerias entre órgãos”, explicou o relator.

Tramitação

A proposta ainda será analisada de forma conclusiva pelas comissões de Viação e Transportes; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Link para a matéria original

COMMENTS