Terminal no Porto de Santos recebe R$ 35 mi de fundo

Com a expansão, além de ter sua capacidade mais que duplicada, o terminal passará a operar também na exportação de grãos, principalmente soja e milho

Ladrões mudam a rota do roubo de cargas,
Falta de crédito e competição com carros zero quilômetro prejudicam usados
Sanções para setor de combustíveis podem ter nova regra

O Brasil Mezanino Infraestrutura (BMI), fundo para o setor de infraestrutura da  Darby Stratus e do Grupo Stratus, efetuou um investimento de R$ 35 milhões no T-Grão Cargo Terminal de Graneis S.A., terminal portuário privado no Porto de Santos especializado na movimentação de grãos. Os recursos do investimento serão utilizados para expandir a capacidade operacional do terminal e habilitá-lo também para a exportação de grãos. Atualmente o terminal opera na importação, principalmente trigo.

Com a expansão, além de ter sua capacidade mais que duplicada, o terminal passará a operar também na exportação de grãos, principalmente soja e milho. O investimento ocorre no momento em que a  Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) anuncia que a safra 2009/2010 de grãos será a maior da história.

“Há hoje um forte gargalo na logística de grãos no Brasil e esse investimento é estratégico no momento em que a produção agrícola atinge recordes históricos”, afirma Eduardo Farhat, diretor executivo da Darby Stratus. Ele ressalta que o fundo avalia outras oportunidades de investimentos no setor portuário e em operadores logísticos: “A melhoria da logística, especialmente aquela voltada para a exportação e para o agronegócio, abre diversas oportunidades de investimentos”, observa o executivo.

Farhat ressalta que o aporte de capital na T-Grão ocorre no momento estratégico para o setor de grãos, em que a produção de soja brasileira vem apresentando crescimentos significativos, posicionando o País como o segundo maior produtor da commodity, com recordes sucessivos de exportações (a estimativa da safra é de 62 milhões de toneladas).

Link para a matéria original

COMMENTS