Varig volta à Europa e aos EUA

Companhia fará voos fretados para operadoras de turismo a partir de julho decolando de São Paulo

CNJ apresenta sistema online de restrição de veículos
Biomassa terá participação crescente na matriz energética brasileira, prevê estudo
Preços do frete têm alta de até 15,17% em Mato Grosso

Com o bom resultado de voos fretados da Varig para Cancún durante o período de férias, a Gol, proprietária da marca, vai ampliar essa modalidade de serviço para EUA e Europa. A companhia finaliza contratos com operadoras de turismo e iniciará as operações em julho.

O fretamento foi a forma encontrada pela Gol para ter receita com os Boeing 767-300 contratados por meio de leasing na tentativa de retomada dos voos internacionais de longo curso com aviões da Varig em 2008. As rotas foram canceladas logo depois com a disparada do preço do petróleo.

Mesmo parados, o leasing de cada um dos três aviões custa US$ 500 mil por mês. Em razão do contrato, a Gol não conseguiu devolvê-los.

– Adotamos o fretamento com o aquecimento do mercado de aviação – afirma Constantino de Oliveira Junior, presidente da Gol.

Antes de iniciar os voos, os três 767 vão passar por reformulações internas, como a eliminação da classe executiva. Todos terão apenas a classe econômica, com 262 lugares.

– Com um menor custo por assento por hora de voo, a operadora consegue valores mais atraentes – diz Constantino.

Sempre decolando do aeroporto de Guarulhos, os voos para EUA terão como destino Orlando, aproveitando o período de alta no turismo para os parques na Flórida. Logo depois, começam as rotas para Lisboa e Madri. Conforme Constantino, o fretamento não é indicativo da retomada de voos internacionais de longo curso. Os Boeing 767 serão devolvidos entre 2011 e 2013.

Link para a matéria original

COMMENTS