Estado do RS e empresários acertam transporte fluvial de contêineres

Objetivo é reforçar a participação de hidrovias no sistema

Especialista defende mudança na Lei Seca para facilitar punições
Associação estuda proposta de reciclagem de veículos sem condições de circular
Boeing lança nova divisão para clientes

Com objetivo de implantar transporte de contêineres por hidrovia entre Porto Alegre e Rio Grande, o governo do Estado, representado pela Secretaria de Infra-Estrutura e Logística (Seinfra) e Superintendência de Portos e Hidrovias (SPH), firmou nesta quarta-feira (17), um protocolo de intenções com as empresas Doux, Navegação Guarita e Terminal de Contêineres (Tecon Rio Grande) e Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (Fiergs).

A iniciativa pretende reforçar a participação de hidrovias no sistema logístico gaúcho e ampliar a distribuição modal, em favor do transporte fluvial, de atuais 3% para 15% em dez anos. “Com essa parceria, dá-se o primeiro passo para criação de serviço regular, seguro e ambientalmente correto de movimentação de cargas entre os dois portos”, anuncia o secretário de Infra-Estrutura e Logística,Daniel Andrade.

O protocolo de intenções é resultado prático do acordo de cooperação técnica para desenvolvimento do sistema hidroportuário gaúcho assinado, em agosto de 2008, entre os governos do Rio Grande do Sul e da Holanda. Em julho do ano passado, a governadora Yeda Crusius instalou a Força-Tarefa Intermodal com objetivo de dar condições de crescimento para o transporte fluvial no Estado.

O colegiado, presidido pela governadora, é integrado por Andrade, pelos consultores holandeses Wim Ruijgh, presidente da Associação dos Portos de Amsterdã (Amport), e Harrie de Leijer, diretor de projetos do NEA (instituto holandês de pesquisasinternacionais na área de transportes) e pelos empresários Jorge Gerdau Johannpeter, Paulo Tigre e David Randon. A força tarefa se subdivide em grupos de trabalho formados para avaliar possíveis empreendimentos portuários e em carregamento de contêineres e granéis.

Link para a matéria original

COMMENTS