Investimento duplicou recepção em Alto Araguaia

A fila, se dá mesmo com os investimentos de mais de R$ 11 milhões feitos pela ALL somente no terminal de Alto Araguaia, que teve como prioridade, dobrar a capacidade diária de recepção de grãos

ALL seleciona jovens para Programa de Engenheiros 2014
Ministério Público do MT determina que ALL reduza fluxo em terminal
Ferroeste volta a realizar transporte de farelos até o Porto de Paranaguá (PR)

A ‘onda de caminhões’, como definiu Cruz, reflete exatamente o pico de safra da soja no Estado, onde os trabalhos se concentram na colheita do grão. A fila, como frisa o gerente, se dá mesmo com os investimentos de mais de R$ 11 milhões feitos pela ALL somente no terminal de Alto Araguaia, que teve como prioridade, dobrar a capacidade diária de recepção de grãos. Essa passou de 400 caminhões/dia em 2009 para 600/dia neste ano. Cada veículo transporta em média 37 toneladas.

“Este é um problema pontual, trabalhamos 24 horas, não paramos no Carnaval e ainda assim, houve problema”. Focado em produtividade, os recursos, em suma, foram destinados à aquisição e instalação de dois tombadores – equipamento que eleva o caminhão, inclinando-o, e assim promovendo descarga por gravidade -, pavimentação interna, correções sobre o pavimento e em 60 dias, após entendimento com o Ministério Público local, haverá a expansão do pátio, projeto que já possui licença ambiental.

“Nosso foco é o ganho de produtividade. Agora são quatro tombadores modernos e geram uma descarga ágil e eficaz. Caminhões que ficavam por até 20 horas nas dependências do terminal, hoje passam no máximo oito horas. Essa produtividade vale para a ALL, para os caminhoneiros, transportadores e produtores. A extensão do pátio vai também proporcionar melhor acomodação aos caminhoneiros”, explica.

Para as próximas duas safras, a ALL estará oferecendo novos terminais que vão descongestionar Alto Araguaia. Até 2011 estará operando um terminal em Itiquira (357 quilômetros ao sul de Cuiabá) e em 2012 – seguindo a retomada das obras de expansão da ferrovia em curso – uma unidade também em Rondonópolis (210 quilômetros ao sul de Cuiabá).

Para 2010 a ALL projeta um aumento de 20% sobre a movimentação de grãos, atingindo 12 milhões t, sendo que cerca de 90% da carga originada em Alto Araguaia. (MP)

Link para a matéria original

COMMENTS