Combustíveis ficarão ainda mais caros em Santa Catarina

Álcool e gasolina devem sofrer reajuste nos próximos dias

Barco para transporte escolar terá R$ 100 milhões do FNDE este ano
Obras atrasadas na capital paulista
Transportadores brasileiros reclamam de “fábrica de multas” na Argentina

Motoristas já podem preparar os bolsos. O preço dos combustíveis devem sofrer aumento nos próximos dias. Nem bem o valor nas bombas subiu por conta da entressafra de cana-de-açúcar, no início do ano, e já serão reajustados novamente.

A justificativa, agora, é porque a medida do governo de reduzir a adição do álcool anidro na gasolina, de 25% para 20%, em vigor desde esta segunda-feira, encarece o combustível derivado de petróleo. E o preço do etanol segue em alta porque falta o produto no mercado.

Em Santa Catarina, as distribuidoras já estão vendendo os combustíveis com aumento de R$ 0,08 no litro do álcool e de R$ 0,06 no litro da gasolina. Reajustes que serão repassados pelos postos, segundo o diretor Institucional do Sindicato dos Revendedores de Combustíveis de São José e Região, Luis Ângelo Sombrio.

— A medida do governo é paliativa para que não haja crise de falta de produto. O objetivo é regularizar o fornecimento e, com mais oferta, reduzir o preço do álcool, que sobe por causa da entressafra de cana-de-açúcar. Mas nós achamos que isso não vai adiantar — explicou.

O preço da gasolina praticado na Grande Florianópolis fica entre R$ 2,76 e R$ 2,79 e deve passar a R$ 2,82. O álcool, que custa em média R$ 2,39, pode chegar a R$ 2,47. Em Blumenau, a gasolina custa R$ 2,70, e o álcool, até R$ 2,29. Em Chapecó, uma das cidades mais baratas, é possível comprar gasolina entre R$ 2,43 e R$ 2,59, enquanto o valor do álcool oscila entre R$ 1,78 e R$ 2,10.

Se já não era vantajoso, agora não há mais qualquer motivo para quem tem carro flex abastecer com álcool. É preciso que o álcool seja 30% mais barato para valer a pena.

Link para a matéria original

COMMENTS