Recuperação da JAL se volta para a Delta Air

De acordo com a agência encarregada do plano de resgate da companhia, um fundo apoiado pelo governo japonês e encarregado pela recuperação da JAL estuda uma aliança entre a empresa e a Delta Air Lines

Aprovada norma de travessia
Braskem incorpora petroquímica Triunfo
Cargas no Porto de Santos crescem 6% no 1º trimestre

Considerada como a maior companhia aérea japonesa, a Japan Airlines (JAL) anunciou planos de cortar cerca de 15.600 empregos, 30% do elenco, para enfrentar suas dívidas.

De acordo com a agência encarregada do plano de resgate da companhia, um fundo apoiado pelo governo japonês e encarregado pela recuperação da JAL estuda uma aliança entre a empresa e a Delta Air Lines. As notícias são da agência Kyodo e foram divulgadas ontem.

Para agências estrangeiras, o fundo estimou que uma aliança com a Delta daria à JAL um benefício anual de US$ 186 milhões, três vezes mais do que uma aliança com a American Airlines poderia oferecer. A JAL faz parte da aliança de companhias aéreas Oneworld com a American. A JAL deve fazer um pedido de recuperação judicial este mês, como parte de um plano de reestruturação conduzido pelo Estado.

Já no mercado interno, o setor de aviação mantém bons índices, porém está em alerta sobre a questão da infraestrutura aeroportuária, manutenção de suas aeronaves e ao serviço da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Tanto que a Trip Linhas Aéreas teve de pousar uma de suas aeronaves às pressas, em Foz do Iguaçu (PR), por ter passado por más condições meteorológicas, seguidas de pane no motor.

A aeronave ATR-72, ano 2009, realizava no domingo um voo de Curitiba a Cascavel. Apesar da manobra de emergência, o avião aterrissou em condições de segurança, preservando a integridade física dos 50 passageiros a bordo.

Link para a matéria original

COMMENTS