Obras do Porto do Pecém serão concluídas até o fim de 2010

A importante obra vai permitir a transferência das operações de contêineres e carga geral do Píer 1 para esta nova instalação

Ministério Público propõe plebiscito sobre rodízio
Jamef inaugura filial no Ceará
Terminal de cargas terá inauguração oficial

A Cearáportos, empresa que administra o Completo Industrial e Portuário do Pecém, confirma através de sua Coordenadoria de Planejamento Portuário e Logística a conclusão das obras do Terminal de Múltiplo Uso (TMUT) para até dezembro do corrente ano.

A importante obra vai permitir a transferência das operações de contêineres e carga geral do Píer 1 para esta nova instalação, ficando assim o Píer 1 liberado para operações com carvão e minério de ferro, além de outros granéis sólidos, diversificando os tipos de cargas movimentadas no Terminal.

Além disso, as operações com cargas conteinerizadas passarão a ser realizadas em terminal projetado para este fim, apresentando condições operacionais muito superiores às existentes no Píer 1, permitindo a instalação de modernos equipamentos, como portêineres e transtêineres, profundidade de 18m, dois berços com 350m, retroárea contígua ao cais com pátio de estocagem de 87.400m2 e ainda a ampliação do número de tomadas frigoríficas em mais 480 unidades, dentre outras vantagens.

Andamento das obras

A obra do TMUT encontra-se com aproximadamente 20 % de sua execução física/financeira concluída. O quebra-mar já foi ampliado em 400 metros, restando ainda 600metros a serem executados; a ponte de acesso já está com as camisas metálicas concretadas até o eixo 21 e as lajes já foram concretadas até o décimo primeiro vão, representando um avanço de 217,00 metros.

A construção do cais de atracação será iniciada neste mês de janeiro e os equipamentos a serem utilizados nesta etapa já estão mobilizados no site da obra. O investimento total da obra do TMUT é de R$ 372.587.613,91, computando-se o valor do Primeiro Termo Aditivo e a previsão para conclusão é o mês de dezembro de 2010.

Link para a matéria original

COMMENTS