Obras do PAC seguem cronograma

Comissão do PAC da AL visita três obras no Ceará: Transposição de Águas, Transnordestina e recuperação da BR-116

Investimentos em rodovias estaduais do CE ultrapassarão a barreira de R$ 1 bilhão
Conheça os 5 trechos rodoviários mais perigosos do Brasil
Obras do Porto do Pecém serão concluídas até o fim de 2010

As obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) executadas no Cariri estão dentro do cronograma estabelecido pelo Governo Federal. Este foi o resultado parcial da avaliação feita pela Comissão da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará, instalado no dia 26 de agosto, para acompanhar a execução dessas obras.

A comissão tem 90 dias para concluir o relatório. O relator, deputado Welington Landim, informou que dificilmente concluirá os trabalhos em janeiro como estava previsto.

A primeira parada dos deputados foi na CE-392, que liga Missão Velha à BR-116, no município de Brejo Santo. Ali, na localidade denominada de “Café da Linha” está sendo construído um túnel de 66 metros de extensão que passará por baixo da rodovia. Os parlamentares foram informados pelo representante da Transnordestina Logística, empresa responsável pela execução da obra, Sérgio Rocha, que a terraplanagem do trecho de 96 quilômetros, entre Penaforte e Missão Velha está concluído. Faltam somente as “obras d´artes: pontes, túneis e trilhos”. Somente na terraplanagem foram investidos, segundo Sérgio Rocha, R$ 94 milhões.

A obra mais complicada, do ponto de vista técnico, não são os túneis. O representante da Transnordestina Logística esclarece que, no município de Jardim, está sendo construída uma ponte em cima de pilares, com 40 metros de altura. Outro problema que pode modificar o projeto ocorreu dentro de um dos bairros de Brejo Santo, onde está localizado o parque de vaquejadas. A ferrovia atravessa o bairro, o que representa segundo prefeito de Brejo Santo, Guilherme Landim, um risco à segurança dos moradores. Ele está reivindicando a construção de um túnel na passagem de nível.

A comissão seguiu para o município de Mauriti, onde estão sendo executadas as obras do lote-6 para a transposição das águas do São Francisco. Os parlamentares forram recebidos, a portas fechadas, pelo gestor do Consórcio que administra a obra, Lamarque de Melo Oliveira. O relator Welington Landim deixou a reunião, que durou menos de cinco minutos, com a informação de que o andamento das obras está acima da expectativa. O consórcio, formado pelas empresas EIT, Delta e Getel, informou que já foram feitos 10% da obra, enquanto o Ministério da Integração Nacional, de acordo com Welington, lhe enviou um documento na expectativa de apenas 6%. A conclusão está prevista para novembro de 1011.

No canteiro de obras, a conversa dos prestadores de serviço é diferente. Mais uma vez, a obra está parcialmente parada em decorrência da falta de pagamento por parte da Tenit Terraplanagem e Locação, que foi sublocada pelo Consórcio para acelerar os trabalhos. É a segunda paralisação este mês.

O gestor da obra Lamarque Melo explicou que esta paralisação é setorizada. Foi apenas uma empreiteira que não cumpriu os compromissos para com os prestadores de serviços. Ele acrescentou que os problemas estão sendo solucionadas.

Finalmente, a comissão visitou a BR-116 no trecho entre Milagres e Brejo Santo. O asfalto construído há 40 anos, está sendo arrancado para novo recapeamento, segundo informações do Dnit.

Link para a matéria original

COMMENTS