Mato Grosso do Sul prorroga 50% do IPVA para motos até 150 cilindradas

Com a decisão do governo, a tributação cai de 2% para 1%

Obras em Recife começam em 2009
Miguel Jorge volta a falar que IPI começa a ser cobrado em outubro
Lucro da CCR cresce 42,9% no 4º trimestre

O governo do Estado prorrogou, hoje (27) através do decreto 12.855, publicado no Diário Oficial, a redução em 50% da alíquota do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) para a compra de motocicletas de até 150 cilindradas, estimulando as vendas no setor. Com a decisão do governo, a tributação cai de 2% para 1%.

De acordo com o decreto, a redução é relativa à primeira tributação, incidente sobre a propriedade dos veículos novos motorizados de cilindrada igual ou inferior a 150 cilindradas, adquiridos a partir de 1° de janeiro de 2010 a 31 de dezembro de 2010, de revendedores localizados no Estado de Mato Grosso do Sul, credenciados pelo Sindicato de Concessionárias de Veículos Automotores do Estado de Mato Grosso do Sul.

O presidente da regional sul-mato-grossense da Federação da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave-MS) e do Sindicato das Concessionárias de Veículos de Mato Grosso do Sul (Sincovems), Luiz Antonio de Souza Campos, afirmou ontem (26), durante a cerimônia de assinatura de dois decretos pelo governador André Puccinelli, que o setor motociclístico foi muito prejudicado pela crise econômica iniciada há um ano. Diferente dos automóveis, que tiveram as vendas impulsionadas por medidas do governo federal como a redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), a venda de motos não conseguiu se manter no mesmo patamar, por isso é importante a parceria do governo do Estado.

“É uma continuidade, essa medida para as motos já havia sido assinada no ano passado. Esse setor vinha sofrendo com mercado complicado, o governador se sensibilizou e deu esse benefício, o que nos ajudou a superar as dificuldades”, elogiou Campos.

Veja matéria original

COMMENTS