ID Logistics comemora bons resultados no Brasil em 2009

Empresa francesa criada em 2001, a operadora logística fecha 2009 com faturamento global de 320 milhões de euros. Operações no Brasil são as maiores fora da matriz e representam 30% da movimentação de cargas do grupo. Eric Hemar, CEO da ID Logistics, esteve no Brasil para falar sobre o momento da empresa

ANTT regulamenta sistema eletrônico para aplicação de multas
Ambev planeja comprar 1600 caminhões elétricos VW
Iveco foi a marca de caminhões que mais cresceu em 2020

ceo-id-logistics

A ID Logistics, operadora francesa com forte presença no Brasil, comemora os bons resultados de 2009. De acordo com a empresa, que tem 30% de suas operações em nosso País e instalou suas bases por aqui em 2003, o crescimento em 2009 foi de 20% no faturamento, superando as expectativas do grupo. Em visita ao Brasil, o CEO da ID Logistics, Eric Hemar, disse que a lucratividade da empresa também está adequada e que não teme a concorrência das transportadoras brasileiras, que cada vez mais se capacitam para fazer operações logísticas.

“Em todos os países que atuamos temos a concorrência das transportadoras nacionais, mas a diferença é que um operador como a ID tem meios dedicados e trabalha de forma partilhada, enquanto que os transportadores agem de forma centralizada. Conhecemos pouco a concorrência destas empresas no Brasil”, diz Hemar à reportagem do Portal Transporta Brasil.

Há seis anos no Brasil, a empresa comemora um crescimento forte nas operações, que iniciaram com perfil no varejo e cada vez mais conquistaram clientes industriais. Um cliente que os diretores da ID Logistics fazem questão de destacar é a Nadir Figueiredo, tradicional fabricante de vidros brasileira. “A Nadir Figueiredo é um exemplo de cliente nacional com tradição no mercado que conquistamos. Nossas operações foram estudadas para atender às necessidades da empresa e conquistamos cada vez mais espaço em sua logística”, diz Nicolas Derouin, diretor Geral da ID Logistics no Brasil.

As operações da ID Logistics no País concentram 1/3 da mão de obra global da empresa. Os franceses reconhecem as dificuldades para atuar no Brasil, como a alta carga tributária e a burocracia, além da falta de infraestrutura logística, mas aposta na filial como um dos carros-chefe do negócio, que já está presente na França, Espanha, Polônia, Marrocos, China, Taiwan, Indonésia, Ilhas Maurício, Argentina e Brasil.

Transporte

Em nosso País, a ID Logistics não opera o transporte. Terceiriza frotas e concentra seu foco na tecnologia dos processos e na consolidação de resultados para os clientes. Também na França, a ênfase no transporte é pequena. A empresa mantém uma frota de 650 veículos. Para o futuro, a ID pensa grande. Pretende abrir o capital em 2011 e projeta um crescimento de 15% no faturamento para 2010 no Brasil.

Por: Leonardo Helou Doca de Andrade – Redação Portal Transporta Brasil

COMMENTS