Conab estima aumento de até 5% da safra de grãos 2009/2010

De acordo com os números divulgados hoje (5) pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), a safra total ficará entre 139,04 milhões e 141,69 milhões de toneladas

Bauru já tem motocicleta elétrica
Logística é novo filão de construtoras
Comissão de Transportes aprova câmeras em trecho urbano de rodovia

A recuperação da produtividade no campo e a estabilidade do tempo prevista para o período de semeadura das lavouras, que ocorre até dezembro nos estados do Centro-Sul, maior região produtora do país, devem levar a um aumento de 3% a 5% no volume colhido na safra de grãos 2009/2010. De acordo com os números divulgados hoje (5) pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), a safra total ficará entre 139,04 milhões e 141,69 milhões de toneladas.

O grande destaque até agora vem sendo a opção dos produtores pelo plantio de soja, que pode levar a uma colheita de até 63,6 milhões de toneladas, número recorde para esta cultura. Esse resultado superaria em 11,4% o obtido na safra passada. Boa parte desse incremento se deve a agricultores que plantavam milho e, com os baixos preços do cereal no mercado, estão migrando para o cultivo da oleaginosa.

A área plantada, segundo o levantamento da Conab, deve se manter estável, variando de 47,44 milhões a 48,18 milhões de hectares, o que pode representar desde uma redução de 0,5% a um aumento de 1,1% em relação ao ciclo anterior.

Os números apresentados pela Conab são baseados em pesquisa realizada nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste com produtores, agrônomos, cooperativas rurais, secretarias estaduais de Agricultura, órgãos de assistência técnica e agentes financeiros. Onde o plantio ainda não teve início, como no Nordeste, foram mantidas a produtividade dos últimos cinco anos e a área da safra 2008/2009. (Danilo Macedo-Repórter da Agência Brasil)

Veja matéria original

COMMENTS