Litro do álcool pode chegar a R$ 2 em SC

Gasolina também terá elevação no preço e deve custar R$ 2,65 em média

Concordata da Mesa pode levar Embraer a revender 36 jatos
Sucateiros investem no mercado externo
Recém-inaugurado, Iceport fecha com Perdigão e Sadia

O consumidor deve ficar atento para o aumento nos preços dos combustíveis a partir da semana que vem. O litro do álcool anidro pode chegar a R$ 2 na bomba. A gasolina também sofrerá elevação por conta dos 25% de álcool na sua composição. A estimativa é de que o litro passe para R$ 2,65, em média.

O diretor de Relações Institucionais do Sindicado dos Revendedores de Combustíveis da Grande Florianópolis (Sindicomb), Luiz Ângelo Sombrio, explica que as distribuidoras já aumentaram o preço de custo em 16% durante o mês de setembro. E que em outubro este reajuste vai chegar a 20%.

— Os produtores de cana-de-açúcar estão preferindo vender mais açúcar do que álcool. Além disso, houve uma quebra na produção — disse.

As fortes chuvas na região central do país, que concentra 90% da produção sucroalcooleira, provocaram a paralisação da colheita de cana-de-açúcar durante 11 dias, de acordo com a União da Agroindústria Canavieira.

O diretor do sindicato ressalta que as distribuidoras estão cobrando um reajuste de 3,5% a 4% no preço de custo da gasolina, em função do aumento do álcool, e que esse valor deve ser repassado para as bombas na próxima semana, conforme os estoques de cada posto.

— Recebemos hoje (nesta quinta-feira) o litro da gasolina R$ 0,06 mais caro — afirmou.

Abastecer com álcool deixa de valer a pena

O crescimento dos carros flex na frota do Estado também tem efeito no preço do álcool. Hoje, 90% dos carros novos são bicombustíveis e o consumo do álcool registra elevação significativa.

Mas só vale a pena abastecer com álcool quando o seu custo não superar 70% do valor da gasolina, uma vez que o combustível rende 30% menos. Um litro a R$ 2 equivale a 75% do litro da gasolina a R$ 2,65, o que torna o álcool desvantajoso. (Simone Kafruni-DC)

Veja matéria original

COMMENTS