Concluída recuperação de rodovia-tronco no Vale do Ivaí (PR)

O trecho faz parte do pacote de obras, denominado Conservação Total, que vai melhorar 383 quilômetros de vias nas regiões paranaenses do Norte, do Vale do Ivaí, Norte Pioneiro e Norte Velho até 2010

Ferroeste fecha trimestre com novo recorde histórico em movimentação
Portos de Paranaguá e Antonina vão receber novas obras de infra-estrutura
BR-448 pode sair do papel a partir de agosto

A recuperação dos 52 quilômetros da rodovia PRC-466, que liga Porto Ubá, no Rio Ivaí, ao distrito de Furnas, em Manoel Ribas, no Vale do Ivaí, Paraná, está concluída. O governo do Paraná investiu cerca de R$ 11 milhões nas obras. Segundo informações do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), os serviços que passaram por Ivaiporã, Jardim Alegre e Lidianópolis, seguem de Porto Ubá até Mauá da Serra (PRC-272). São mais 50 quilômetros com conclusão prevista para o final deste ano.

O secretário dos Transportes do Estado do Paraná, Rogério W. Tizzot, destacou a importância da recuperação da via, considerada fundamental para o transporte de cargas no Estado, por ligar o Centro ao Norte do Estado. “É um eixo rodoviário que vai de Guarapuava até Porecatu, com um total de 280 quilômetros. A recuperação garante uma via segura para o escoamento da produção do Estado e favorece a economia local”.

O trecho faz parte do pacote de obras, denominado Conservação Total, que vai melhorar 383 quilômetros de vias nas regiões Norte, do Vale do Ivaí, Norte Pioneiro e Norte velho até 2010. “Recuperações como a que está sendo feita no Vale do Ivaí vão atingir 1.590 quilômetros de estradas em todas as regiões do Estado”, anunciou o secretário.

MAIS OBRAS – Ainda na região do Vale do Ivaí, estão em andamento os serviços de tapa-buraco e reperfilamento para melhoria do pavimento da via que liga Borrazópolis à PRC-272, em São Domingos (PR-453), com 11 quilômetros de extensão; e entre João Vieira e Grandes Rios (PR-151), segmento de 24 quilômetros.

O município de Ivaiporã é beneficiado também com obras por administração direta de recuperação do seu acesso secundário com 3,5 quilômetros de extensão. Em fase de conclusão, restam apenas serviços de acabamento e sinalização que estão sendo executados pelo próprio pessoal do DER.

COMMENTS