Concessionárias querem aumentar o preço dos pedágios

Pedido de reajuste já foi entregue à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). Fernando Klein Nunes, presidente do Setcepar, Sindicato paranaense das empresas de transporte de cargas, comenta o movimento das concessionárias e revela que transportadores estão surpresos com iniciativa

Serviço na internet ajuda transportador a conseguir frete de retorno
Ativa Logística aposta no segmento calçadista
Scania e Cargolift usam bitrens para cumprir Lei do Motorista

As empresas OHL, Acciona e BR-Vias, que em 2007 venceram a disputa pelas Rodovias Fernão Dias (BR-381), Regis Bittencourt (BR-116), Transbrasiliana (BR-153), BR-101 (ES/RJ), BR-393 (divisa de MG/RJ até a Dutra) e um trecho entre Curitiba e Florianópolis, entregaram pedidos para reajuste das tarifas de pedágio, chamados de ‘reequilíbrio econônico-financeiro’, à Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT).

“Estamos surpresos com a notícia de que estas concessionárias estão recorrendo ao governo para reajustar o preço das tarifas de pedágio ou prorrogar os cronogramas de investimentos, previstos para ampliar e modernizar as estradas”, desabafa Fernando Klein Nunes, Presidente do  Sindicato das Empresas de Transportes de Cargas no Estado do Paraná, Setcepar.

O argumento usado pelas concessionárias é de que foram atrapalhadas pela burocracia do Governo para iniciar suas atividades de cobrança de pedágio, o que teria gerado um prejuízo de milhões de reais à seus cofres. “A burocracia que envolve a implantação de uma praça de pedágio já é conhecida e os atrasos já deveriam estar nos planos das concessionárias”, comenta Nunes. E conclui: “Não podemos ser ingênuos e deixar isto acontecer. Se a culpa é do governo ou não, a população não deve pagar a conta. Nossos representantes precisam refletir sobre os diversos tributos que já pagamos e que deveriam ser utilizados, também, na manutenção das rodovias antes de aprovar tal reajuste”.

Por: Bruno Martins – Redação Portal Transporta Brasil

Leia mais notícias sobre pedágios:

Concessionárias do Paraná passam a cobrar por eixo suspenso

Dutra e Ponte Rio-Niterói têm aumento no pedágio

Pedágio no Rodoanel continua até esgotamento dos recursos judiciais, segundo Artesp

COMMENTS