Capacitação contra acidentes

Fetrancesc treina motoristas

ALL testa equipamento para triplicar volume de cimento transportado
UE aprova compra da Continental pela Schaeffler
Lei que obriga aulas de direção em rodovia segue para o Executivo

Motoristas de caminhão e ônibus de Santa Catarina vão aprender a usar novas tecnologias dos veículos e como dirigir com segurança e economia. Os incentivadores esperam reduzir o índice de acidentes no Estado, entre os piores do país.

Os cursos serão oferecidos a partir de outubro pela Federação das Empresas de Transporte de Carga e Logística (Fetrancesc) e serviços Social do Transporte (Sest) e Nacional de Aprendizagem do Transporte (Senat).

A Mercedes-Benz doou um caminhão para ser usado no curso, que está previsto para ser ministrado em todas as regiões do Estado. Santa Catarina tem cerca de 250 mil profissionais atuando nesta área.

– Metade dos acidentes envolvem caminhões – estima o presidente da Fetrancesc, Pedro Lopes.

Os cursos vão abordar desde o uso de novas tecnologias como as caixas de câmbio automatizadas à economia de combustível e sua relação com o tipo de estrada, velocidade, marchas, freios e cargas. A intenção é formar 740 motoristas em um ano. Os interessados devem procurar as unidades do Sest/Senat ou buscar mais informações no site da Fetrancesc (www.fetrancesc.com.br).

Campanha ganha apoio da federação

A campanha Crack, Nem Pensar, do Grupo RBS, ganhou a adesão da Fetrancesc e do Sest/Senat. A assinatura foi na tarde de ontem, na DVA Caminhões, em São José.

O presidente da Fetrancesc, Pedro Lopes, comentou que a presença do crack é realidade nas estradas, principalmente nas regiões de fronteira e pediu o envolvimento das empresas e profissionais do setor.

O gerente de marketing do Grupo RBS em SC, Juliano Lissoni, lembrou que a droga é um dos principais geradores da violência.

Veja matéria original

COMMENTS