Stephanes diz que haverá apoio para escoamento da produção de milho do Centro-Oeste

Ele afirmou que a intenção é apoiar o transporte de 1 milhão de toneladas do produto oriundo de Mato Grosso

Carga refrigerada mostra suas armas anticrise
De olho no País, Boeing investe em projeto ambiental no Paraná
Infraero inicia revitalização de aeroporto do Rio

O ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes, disse hoje (5) que o governo continuará apoiando o escoamento do milho produzido no Centro-Oeste para outras regiões e que, na próxima semana, deve ocorrer mais um leilão da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Ele afirmou que a intenção é apoiar o transporte de 1 milhão de toneladas do produto oriundo de Mato Grosso.

Os produtores de milho reclamam que, em alguns locais, o valor do produto está abaixo do preço mínimo estabelecido pelo governo federal para o estado e que não têm onde armazenar a produção. De acordo com o Ministério da Agricultura, o governo já apoiou a comercialização de quase 6 milhões de toneladas de milho este ano.

Ao sair da reunião que teve no Ministério da Fazenda para tratar da continuidade da política de apoio à comercialização de produtos agrícolas, Stephanes mostrou algumas fotos de estradas de terra da região Centro-Oeste, em péssimas condições, com filas de caminhões parados e disse que fica triste com a situação.

“Se isso fosse asfalto, talvez não precisaríamos fazer leilão nenhum. Eu fico triste com o problema de infraestrutura e de escoamento no Centro-Oeste. Isso é custo”, afirmou. (Danilo Macedo-Repórter da Agência Brasil)

Veja matéria original

COMMENTS