Iveco apresenta o primeiro caminhão elétrico da América Latina

Projeto do modelo Daily movido a energia elétrica foi desenvolvido em parceria com a Itaipu Binacional e tem autonomia de 100 quilômetros e capacidade de carga de até 2,5 toneladas. Caminhão tem emissão zero de CO2 e recupera energia no anda e pára do trânsito, característica que o coloca como veículo ideal para o caótico trânsito das grandes cidades brasileiras

Balanças de pesagem começam a operar nesta terça-feira (15) na BR-050 em MG
Natura adota novo modelo de produção e logística
Cai número de roubo de carga em SP no mês de agosto

iveco-eletrico01

A emissão de gases veiculares é um dos principais responsáveis pela poluição mundial e pelo aquecimento global. Em todo o planeta, alternativas para diminui a queima de combustíveis e a conseqüente destruição da atmosfera estão sendo adotadas e a ideia de um veículo de carga 100& movido a energia elétrica, com ruído baixo e emissão zero é animadora.

Este é o resultado do projeto de pesquisa realizado pela montadora Iveco e pela geradora de energia hidrelétrica Itaipu Binacional. Iniciada em 2006, a parceria com o Grupo Fiat tinha a missão de desenvolver um carro de passeio movido a baterias. Três anos depois, o projeto já deu à luz o protótipo do Iveco Daily 55C/E, caminhão com autonomia de 100 quilômetros com plena carga e capacidade de transportar até 2,5 toneladas.

O Daily elétrico, de acordo com a Iveco, utiliza três baterias Zebra à base de sódio, níquel e cádmio. Elas são acopladas a um motor elétrico MES-DEA de corrente alternada, tipo assíncrono, trifásico, controlado pelo inversor de potência e refrigerado a água. Com 40kW (54 cv) de potência nominal e torque de 129 Nm a 2.950 rpm e pico de potência a 80 kW (108 cv) e pico e torque de 300 Nm. A tração é traseira.

A velocidade máxima do protótipo carregado é de 70 km/h e, sem carga, o caminhão elétrico pode chegar a até 85 km/h. Graças ao emprego do sistema KERS, tecnologia semelhante à utilizada na Fórmula 1, calor das freadas é transformado em energia elétrica e vai para as baterias. Assim, o caminhão amplia a carga elétrica disponível. A caixa de direção elétrico-hidráulica foi igualmente idealizada para consumir a menor quantidade de energia possível.

Características principais

A forma de dirigir o Daily Elétrico é igual à utilizada em um veículo automático. Existem apenas os pedais do acelerador e do freio. Uma alavanca de câmbio indica as posições à frente, ponto morto e ré. Para andar, basta girar uma chave no painel, colocar a alavanca na posição à frente (forward) e acelerar. O Daily Elétrico responde com rapidez, sem os trancos das trocas de marchas. E avança silenciosamente: o motor elétrico é praticamente inaudível. Pelas características de um motor elétrico o torque máximo está disponível desde o início, tornando surpreendente o comportamento dinâmico do veículo.

iveco-eletrico02

Entretanto, o display digital no painel é bastante diferente de um veículo comum. Suas informações são mais parecidas com aquelas encontradas nos computadores da Usina de Itaipu. Indicam, por exemplo, a carga, a corrente e a voltagem das baterias, bem como sua temperatura de operação. Indicam a temperatura do motor elétrico e a marcha engatada. Há ainda um espaço para curtas mensagens de advertências do sistema, administrada pela central eletrônica.

Neste protótipo, foi utilizada a cabine dupla da versão chassi cabina do Daily, que tem design moderno, é ampla e permite o transporte de seis passageiros mais o motorista. Não há modificações visíveis no veículo, pois as baterias e o motor podem ser totalmente instalados na parte interna do chassi, no espaço existente entre as longarinas. A área para carga não é comprometida. As baterias podem ser duas, três ou quatro, dependendo do entre-eixos e da autonomia desejada.

Baterias são modernas, leves e recicláveis

As baterias Zebra são três vezes mais leves que uma bateria de chumbo-ácido comum, com capacidade similar de armazenamento de energia. Equipado com as três baterias Zebra, o Daily Elétrico é 450 kg mais pesado (sem carga) quando comparado a um Daily cabine dupla comum (modelo 55C16). Assim, sua capacidade de carga útil pode chegar a até 2,5 toneladas.

As baterias não precisam ser retiradas para serem recarregadas. O tempo de recarga é 8hs para cada ciclo (quando estão completamente descarregadas), e a operação é feita por meio de três tomadas de 220V/16A. As baterias não possuem efeito memória, isto é, não viciam. Isso significa que a carga pode ser feita com qualquer quantidade residual de energia. As três baterias carregam e consomem energia simultaneamente. Podem, porém, funcionar de forma independente, o que significa uma segurança para o sistema.

A vida útil das baterias é de cerca de 1.000 ciclos (cargas). Elas não exigem manutenção. Cada uma delas é hermeticamente fechada em um invólucro metálico, que isola totalmente a temperatura interna de operação (250ºC). Ao contrário das outras baterias elétricas, a Zebra não libera hidrogênio (gás inflamável) quando em recarga, permitindo que esta operação possa ser feita em ambientes fechados.

Outro benefício das baterias Zebra deriva do fato de que elas são à base de sódio, níquel e cádmio (substâncias facilmente encontradas, diferentemente do raro e caro lítio, elemento utilizado nas baterias de celular). Após seu descarte, as baterias são totalmente recicláveis, com todos os componentes podendo ser posteriormente reaproveitados em diversos processos industriais já mapeados.

Por: Leonardo Helou Doca de Andrade – Redação Portal Transporta Brasil

Leia mais notícias sobre a Iveco:

Iveco produz modelo especial para comemorar seus 40 anos na Argentina

Iveco equipa frota de distribuição de cargas fracionadas do Rapidão Cometa

Iveco recebe prêmio TopLog Marcas Líderes

Iveco vende primeiro lote de Daily com air-bag e freios ABS para a Souza Cruz

Entidade de transportadores firma parceria com a Iveco para oferecer descontos a associados

COMMENTS