Sistema antiesmagamento em vidro de carros poderá ser obrigatório

A proposta tem como objetivo evitar que a mão ou o braço de algum ocupante do veículo seja comprimido pelo vidro contra a travessa da janela

Setembro entra para história com recorde de vendas em MT
Diário Oficial publica norma que trata da comunicação de venda de veículo
Requião propõe zerar ICMS do diesel se tarifa do transporte cair em Curitiba

A Câmara analisa o Projeto de Lei 5125/09, do deputado Jefferson Campos (PTB-SP), que inclui, entre os equipamentos obrigatórios dos veículos automotores, o dispositivo antiesmagamento nas janelas cujo vidro é acionado por circuito elétrico.

A proposta, que altera o Código de Trânsito Brasileiro (Lei 9.503/97), tem como objetivo evitar que a mão ou o braço de algum ocupante do veículo seja comprimido pelo vidro contra a travessa da janela.

Acidentes frequentes

Acidentes assim, diz o deputado, vem ocorrendo com “espantosa frequência”. Na maioria dos casos, resultam em lesões de pouca gravidade, mas há registros de acidentes graves, especialmente envolvendo crianças pequenas e bebês.

O problema, segundo Jefferson Campos, é que o movimento dos vidros acionados por circuito elétrico não é interrompido quando algo interpõe-se à sua trajetória ascendente. Daí a necessidade do dispositivo antiesmagamento.

O deputado acentua que o dispositivo pode prevenir muitos acidentes, já quie a maioria dos veículos em circulação já dispõem do mecanismo.

Tramitação

O projeto, que tramita em caráter conclusivo, será analisado pelas Comissões de Viação e Transportes; e de Constituição e Justiça e de Cidadania. (Reportagem – Luiz Claudio Pinheiro – Edição – Newton Araújo – AC)

Íntegra da proposta:
– PL-5125/2009

Link para a matéria

COMMENTS