Recuperação da BR-304 é autorizada

Ontem à tarde, em meio as comemorações dos 50 anos da Ponte Juscelino Kubitschek, sobre o Rio Jaguaribe, em Aracati, foi autorizado o início das obras de recuperação da rodovia

Comissão discute decisão da Anac sobre aeroporto da Pampulha
Serra entrega trecho de corredor viário
Ações da Scania caem com oferta da Porsche

Aracati. “Até que enfim”. Esse é o discurso, quase uníssono, dos motoristas que com freqüência trafegam pela BR-304, ligando o Ceará ao Rio Grande do Norte. Ontem à tarde, em meio as comemorações dos 50 anos da Ponte Juscelino Kubitschek, sobre o Rio Jaguaribe, em Aracati, foi autorizado o início das obras de recuperação da rodovia. O superintendente regional do Departamento Nacional de Infra-Estrutura e Transportes (Dnit), Joaquim Guedes Neto, garantiu que as obras não devem parar pois os recursos já estão garantidos.

“Não vamos tapar buraco, e sim trocar a pavimentação da rodovia. Será resolvido, definitivamente, o problema da estrada precária”, afirma Guedes. São mais de 100Km cheios de buracos, com trechos já sem asfalto, dobrando o tempo de tráfego de quem se dirige do Boqueirão do Cesário, na BR-116, a Aracati ou, inclusive, ao Estado do Rio Grande do Norte.

Além da lentidão no trânsito, há o risco de acidentes e de assaltos. A recuperação da rodovia também vai facilitar o tráfego dos professores de Aracati que trabalham em localidades próximas, como Forquilha e Medeiros, em Beberibe, às margens da 304.

Ampliação da ponte

O trecho da rodovia no Ceará, 102,5Km, será totalmente recuperado, ao custo de R$ 19 milhões. A obra acontecerá literalmente paralela à duplicação da Ponte JK, cuja reforma custará R$ 29 milhões aos cofres públicos. Inaugurada em 27 de julho de 1959, a ponte é praticamente a mesma e será alargada de 9,2 metros para 10,4. Uma nova ponte está sendo construída do lado direito (sentido Fortaleza-Aracati), e terá 466 metros de extensão e 15,8 metros de largura. Das 78 vigas de concreto que farão a base da ponte, 36 estão praticamente concluídas.

Em seguida, o Dnit construirá uma ponte acostada do lado esquerdo da atual, para pedestres e ciclistas. Joaquim Guedes Neto disse que o próximo passo, ainda em planejamento, é a duplicação da BR-304.

COMMENTS