Prefeitura de São Paulo cogita proibir caminhões na Avenida dos Bandeirantes e da Marginal Pinheiros

Restrições seriam realizadas somente após o término das obras do Trecho Sul do Rodoanel e se estendem também para a Marginal do Tietê, aumentando as proibições aos veículos de cargas na cidade

Braspress reestiliza visual da frota
5ª edição da Caravana Siga Bem termina no Espaço Villa Lobos, em São Paulo
Juntas, MAN, Volkswagen e Scania querem dominar o mercado de caminhões

A prefeitura de São Paulo, por meio do secretário de Transportes, Alexandre Moraes, anunciou ontem que tem a intenção de aumentar as restrições aos veículos de cargas nas principais vias da cidade, ampliando as proibições que já existem no Centro Expandido e em algumas vias expressas.

A idéia, segundo Moraes, é restringir a circulação de caminhões na Avenida dos Bandeirantes, importante via que liga a Marginal Pinheiros à rodovia dos Imigrantes, e a própria Marginal Pinheiros. As proibições, de acordo com o secretário, seriam impostas somente após a inauguração do Trecho Sul do Rodoanel, prevista para novembro deste ano.

Moraes declarou à imprensa que vai ampliar a restrição e que está analisando a proibição aos caminhões em determinados horários nas Marginais Tietê e Pinheiros. Ele afirma que os caminhões podem deixar de circular em determinados horários nas vias expressas sem prejuízo às operações, em nome da melhora no trânsito e da diminuição dos congestionamentos.

Restrição pesada

O secretário afirmou que a proibição aos caminhões na Avenida dos Bandeirantes será pesada e disse que na via “Não vão mais passar caminhões”. Ele alega que não haverá mais necessidade de circulação dos veículos de carga na avenida da Zona Sul com o Rodoanel em operação.

Próxima publicação

COMMENTS