MPF pede a ANTT que regulamente carga horária de motoristas de ônibus interestaduais

Segundo nota distribuída à imprensa, o MPF fez a recomendação para que os passageiros não sejam vítimas de acidentes provocados pelo cansaço de motoristas

Governo gaúcho reduz ICMS do trigo para 2%
Notificada, Infraero diz que vai recorrer da suspensão de voos noturnos no Santos Dumont
Amazonas terá novas pesquisas para produção de biocombustíveis

O Ministério Público Federal (MPF) notificou hoje (23) a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) para que regulamente a carga horária de motoristas de ônibus que trafegam em estadas interestaduais e internacionais, a fim de garantir mais segurança aos passageiros.

Segundo nota distribuída à imprensa, o MPF fez a recomendação para que os passageiros não sejam vítimas de acidentes provocados pelo cansaço de motoristas. A medida foi tomada com base nos princípios do Código de Defesa do Consumidor, que garante o direito à vida, à segurança e a saúde dos passageiros.

Ainda segundo o MPF, a ANTT deve criar meios de fiscalização para averiguar se as empresas estão cumprindo o tempo de descanso dos motoristas.

Procurada pela Agência Brasil, a ANTT informou, por meio de sua assessoria de comunicação, que ainda não foi notificada sobre a recomendação do MPF.

COMMENTS