Crédito do BNDES deve aumentar importancia de clientes nacionais para Embraer

“Felizmente e recentemente o Brasil tem se tornado o cliente mais importante da Embraer na aviação comercial, com a Azul e a Trip e também os Legacys e Phenons [jatos particulares]”, destacou Affonso

BMC-Hyundai obtém Finame para retroescavadeira H930C
Libra investe em expansão geral de sua infraestrutura
Projeto que recupera rodovias no Sul é o primeiro beneficiado com redução de taxas do BNDES

A liberação de financiamentos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para a compra de aviões executivos deverá aumentar a importância dos clientes nacionais nesse mercado. A avaliação é do vice-presidente de aviação executiva da Embraer, Luís Carlos Affonso.

“Felizmente e recentemente o Brasil tem se tornado o cliente mais importante da Embraer na aviação comercial, com a Azul e a Trip e também os Legacys e Phenons [jatos particulares]”, destacou Affonso.

De acordo com o executivo da Embraer, o BNDES liberou, recentemente, recursos do Financiamento de Máquinas e Equipamentos (Finame) para compra de aviões executivos. Em breve, o primeiro jato vendido dessa forma deverá ser entregue.

Para o vice-presidente da empresa, é importante entender o avião executivo como uma ferramenta de produção necessária para dar agilidade aos negócios das grandes empresas. “Os grandes grupos e corporações precisam de aviões executivos para acompanhar o andamento dos seus negócios.”

Outra novidade, segundo Affonso, é a possibilidade de clientes brasileiros comprarem aviões usando reais, em vez de dólares. A alternativa é interessante para Embraer porque parte dos custos da companhia são em moeda nacional.

COMMENTS