ALL inicia movimentação de contêineres refrigerados do Mato Grosso para Santos

Primeiro terminal de contêineres da empresa no Centro Oeste permite movimentação ferroviária inédita de frigorificados rumo ao Porto de Santos

Chineses avançam em projeto de construção de mega ferrovia no Brasil
FCA conclui pera ferroviária do Terminal Intermodal de Pirapora
DB Schenker transporta carga da China para o Brasil integrando modais ferroviário, rodoviário e aéreo

A ALL (América Latina Logística) iniciou na semana passada a operação do Terminal de Contêineres de Alto Taquari (MT) em parceria com a Standard Logística. Serão 28 contêineres refrigerados, partindo de Santos (SP) em direção ao terminal, onde serão carregados com carne congelada para exportação, que em uma semana será embarcada no Porto.

De acordo com a empresa, já nos primeiros três meses de operação, o terminal ferroviário atingirá um volume total de 600 contêineres por mês podendo chegar a 3 mil contêineres por mês nos próximos anos. A distância total ferroviária será de 1.100 km, além de 200 km percorridos em ponta rodoviária.

“Em um ano, o terminal de Alto Taquari será o maior da ALL no segmento de contêineres. A movimentação é uma das que mais crescem no setor industrial, com aumento de 26% no ano passado e crescimento previsto de 150% em 2009”, afirma Sergio Nahuz, diretor de Industrializados da empresa. O novo terminal responderá por 40% do volume total de contêineres. Atualmente, a companhia opera contêineres para os portos de Paranaguá, São Francisco e Rio Grande. Com a nova estrutura, as cargas originadas no Centro-Oeste, serão armazenadas e receberão reforço de frio no terminal de Alto Taquari, de onde seguem para o Porto de Santos (SP).

“Estamos lançando um modal concorrencial, capaz de reduzir o custo do frete entre 10 e 20%. Calculamos que chegaremos rapidamente a 2 mil contêineres”, afirma José Luis Demeterco Neto, presidente da Standard Logística.

Hoje, a ALL é uma das maiores operadoras de contêineres da América Latina, com volume previsto em mais de 120 mil TEUs para 2009.

COMMENTS