Aliada contra excesso de carga

Uma balança começará a operar no Km 14, em Garuva, Norte do Estado

Sindicato diz que governo não pode ficar “só no discurso” sobre demissões na Embraer
Cobrança de pedágio sem tumulto na 101
Embraer registra prejuízo de R$ 48,4 milhões

Caminhões pesados demais são um risco para a segurança dos motoristas e para as condições da rodovia. O combate ao excesso de carga na BR-101 vai ganhar uma aliada a partir desta quinta-feira. Uma balança começará a operar no Km 14, em Garuva, Norte do Estado.

A balança foi reformada e liberada pelo Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro). A fiscalização será feita pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). A operação da balança ficará por conta da Autopista Litoral Sul, concessionária que administra o trecho entre Curitiba (PR) e Palhoça, na Grande Florianópolis.

A fiscalização de peso é essencial em rodovias do porte da BR-101, conhecida por fazer parte do corredor do Mercosul e ligar as regiões Sul e Sudeste do Brasil.

Além do posto de pesagem de Garuva, outro, localizado no Km 152 da BR-101, em Itapema, também deve começar a operar em breve. A previsão é que ele esteja em funcionamento no início do mês que vem.

Assim, todo o trecho administrado pela Autopista Litoral Sul poderá ser atendido com a fiscalização de peso dos caminhões. As duas balanças funcionarão 24 horas, todos os dias.

COMMENTS