Governo investirá R$ 261,4 milhões para reativar postos de pesagem em rodovias federais

Investimentos do governo federal fazem parte do PAC (Plano de Aceleração do Crescimento) e viabilizarão a reativação de 46 postos de pesagem em rodovias federais até o mês de julho. 32 postos já foram reativados, totalizando 78 balanças. No segundo semestre, plano prevê a instalação de mais 157 balanças, com investimentos de R$ 1 bilhão nos próximos cinco anos

Vendas de implementos rodoviários caem 7,7% no 1º semestre de 2014
Julio Simões compra 486 novos caminhões
Ford anuncia acordo com os trabalhadores de São Bernardo

balancas

O governo federal está investindo para reativar postos de pesagem em rodovias federais ao longo de toda a malha viária do País. Com investimentos previstos no Plano de Aceleração do Crescimento (PAC), o plano é colocar em funcionamento um total de 78 balanças, que terão recursos de R$ 261,4 milhões.

O projeto, de responsabilidade do Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes), já reativou 32 postos de pesagem e prevê colocar em funcionamento mais 46 até o mês de junho. Os dados são do Palácio do Planalto e do Dnit. Segundo o governo, o objetivo é coibir o excesso de carta como forma de evitar o desgaste acelerado das rodovias e reduzir o número de acidentes entre veículos pesados e de passageiros.

Excesso de peso

infografico-balancas
Infografia: Fernanda de Campos de Andrade

Segundo o Dnit, entre 1º de janeiro e 26 de maio deste ano, um total de 2.079.372 veículos de carga e de passageiros passaram por postos de pesagem de rodovias federais em 12 Estados. Destes, 118.514 condutores foram flagrados com excesso de peso e autuados pela Polícia Rodoviária Federal. O excesso de peso total bruto nos veículos multados somou 111.753 toneladas.

Novas balanças são essenciais para a conservação das rodovias

Especialistas consultados pela reportagem do Portal Transporta Brasil consideram a iniciativa do governo em reativar postos de pesagem essenciais para a conservação das rodovias, principalmente para evitar o desgaste muito rápido do asfalto. No Brasil, é comum ver postos de pesagem desativados e jogados ao abandono e o Plano Nacional de Pesagem do governo tenta reverter esta situação com investimentos pesados na fiscalização das cargas. Veículos com excesso de peso, além de degradar o asfalto, também são potenciais causadores de acidentes, já que sua estabilidade fica muito prejudicada com a carga extra.

Como funcionam as balanças nas rodovias federais

Leia a íntegra da Nova Lei da Balança

Veja onde estão localizadas as balanças em funcionamento e as que aguardam reativação

tabela-balancas
Fonte: Dnit

Por: Leonardo Helou Doca de Andrade – Reportagem Portal Transporta Brasil

Leia mais sobre fiscalização de peso nas rodovias:

Resolução do Contran prorroga para 30 de junho tolerância máxima de 7,5% por eixo

Dnit prepara postos para pesar cargas nas estradas

COMMENTS