Federação paulista prevê queda de 40% nas exportações de industrializados

De acordo com a FIESP, esta queda das vendas de produtos industrializados representa uma contração de aproximadamente 24,1% das exportações totais no primeiro semestre deste ano. Para ano, a pesquisa da FIESP aponta uma queda de 35% das exportações dos industrializados e de 21% nas vendas externas totais

Inflação é mais baixa pra quem tem carro
Center Cargo é uma das empresas indicadas ao Prêmio de Eficiência Logística
Rota é a 2ª para MT

O setor exportador brasileiro já aguarda uma queda de 40% nas vendas de produtos industrializados no primeiro semestre de 2009 em comparação ao segundo semestre de 2008, conforme mostra pesquisa feita pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP) com 75 das maiores empresas exportadoras. A título de comparação, no primeiro semestre de 2008, as exportações caíram apenas 0,3%, quando comparado ao segundo semestre de 2007.

De acordo com a FIESP, esta queda das vendas de produtos industrializados representa uma contração de aproximadamente 24,1% das exportações totais no primeiro semestre deste ano. Para ano, a pesquisa da FIESP aponta uma queda de 35% das exportações dos industrializados e de 21% nas vendas externas totais.

Segundo a instituição, esta contração em 2009 é reflexo da forte queda da atividade econômica nos países desenvolvidos – principais importadores de produtos industrializados brasileiros. Com as exportações em baixa e a recente valorização da moeda brasileira, a FIESP já espera uma queda no PIB industrial acima de 5% no ano, o que levará o PIB brasileiro a uma retração superior a 1%.

COMMENTS