Facchini anuncia R$ 45 milhões

Facchini Filho conta que o processo e a vontade do grupo instalar em Rondonópolis existem há bastante tempo. Mas, foram adiados em razão de questões como a construção do distrito da cidade e a crise agrícola

Incorporação de empresas aéreas pela VRG está no Diário Oficial
Eros Grau poderá julgar monopólio do Correios
Obras estarão prontas dentro de cinco meses

A paulista de implementos rodoviários Facchini S.A. anunciou investimentos da ordem de R$ 45 milhões que serão aplicados na instalação de uma indústria em Rondonópolis (MT – 210 quilômetros ao sul de Cuiabá) e que deverá gerar 1,5 mil empregos diretos num prazo de três anos.

A vinda da empresa para a cidade foi anunciada pelo diretor comercial, Euclides Facchini Filho, e o prefeito José Carlos do Pátio. A expectativa é começar a construção do primeiro módulo logo que a prefeitura faça a terraplanagem da área próxima à cervejaria da Crystal, no novo distrito industrial. Essa primeira etapa deve ser concluída no prazo de um ano e gerar os primeiros 300 empregos que vão beneficiar a comunidade local.

Facchini Filho conta que o processo e a vontade do grupo instalar em Rondonópolis existem há bastante tempo. Mas, foram adiados em razão de questões como a construção do distrito da cidade e a crise agrícola. O empresário acrescenta que a crise econômica mundial levou à direção da Facchini a protelar o projeto, por entender que não era o momento ideal para se fazer investimento. Mas, que foi convencida pelo prefeito José Carlos do Pátio que fez visita à sede da empresa, na cidade de Votuporanga, no interior de São Paulo, no mês de fevereiro.

O projeto que vai resultar na produção de semi-reboque e a prestação de serviço de assistência técnica, na primeira etapa, e fabricação de peças, bitrens e até ônibus, no último estágio, dentro de três anos. O prefeito José Carlos do Pátio destaca o apoio do Governo do Estado que garante os incentivos fiscais para a indústria se instalar na cidade que já desponta como futuro pólo industrial de Mato Grosso. “Não podemos deixar de reconhecer o apoio do governador Blairo Maggi com as políticas de incentivo e gestão em favor do projeto de desenvolvimento. Tudo é uma somatória de esforços pela construção da cidade”, reconhece. A prefeitura viabiliza a área de 30 hectares e o serviço de terraplanagem para construção da unidade da Facchini. Os projetos de lei necessários vão ser encaminhados para aprovação da Câmara de Vereadores.

COMMENTS