Diesel baixo não reduz os preços das passagens

O presidente do Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros de Pernambuco (Setrans), Fernando Bandeira, ponderou ainda que o sistema de transporte opera com défict de aproximadamente 10% e o novo preço do diesel representará uma diminuição de apenas 1,7%

Cai número de vôos atrasados e cancelados
Comissão aprova uso da Cide para construir ciclovias
Pedágios do Daer ampliam terceirização dos serviços (RS)

Os usuários de ônibus da Região Metropolitana do Recife e da rede de transporte intermunicipal em Pernambuco não devem esperar queda no preço das tarifas em virtude da redução média de 9,6% no preço do diesel, que entrou em vigor desde ontem. A justificativa dada pelo governo do Estado e pelo setor empresarial é que, há dois anos, Pernambuco adotou apenas o IPCA como método de reajuste das passagens.

O presidente do Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros de Pernambuco (Setrans), Fernando Bandeira, ponderou ainda que o sistema de transporte opera com défict de aproximadamente 10% e o novo preço do diesel representará uma diminuição de apenas 1,7%.

A Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT) informou que estuda um reajuste nas tarifas interestaduais, que deve sair até o final deste mês. Mas pelo que já sinalizou o engenheiro técnico em manutenção da Viação Itapemirim, Rogério Pezzin, o benefício da redução no valor do diesel refletirá, a princípio, na relocação interna de recursos.

COMMENTS