Começa amanhã (04/06) o pedágio em Araquari

Carros pagam R$ 1,10; motos, R$ 0,55 e para veículos maiores o valor varia de acordo com o número de eixos. Funcionários da Autopista Litoral Sul, concessionária que administra o trecho Norte da rodovia em SC, fizeram os últimos ajustes no equipamentos e deram orientações aos motoristas

Motorola cria programa para mobilidade corporativa
Ponte aérea Jacarepaguá-Campo de Marte é inviável, reafirma Jobim
Petrobras e Inmetro apresentam veículos que terão etiqueta de conservação de energia

Começa a funcionar, à zero hora de amanhã, a praça de pedágio da BR-101 em Araquari, perto do Rio Itapocu, Km 79,6. A praça é a terceira inaugurada na BR-101 no Estado e o sistema é o mesmo do pedágio de Garuva e Porto Belo, que entraram em funcionamento em fevereiro e maio, respectivamente.

Carros pagam R$ 1,10; motos, R$ 0,55 e para veículos maiores o valor varia de acordo com o número de eixos. Funcionários da Autopista Litoral Sul, concessionária que administra o trecho Norte da rodovia em SC, fizeram os últimos ajustes no equipamentos e deram orientações aos motoristas. Panfletos com os preços, serviços e telefone de emergência da Litoral Sul foram distribuídos.

A praça de Araquari conta com 24 cancelas, que podem funcionar nos dois sentidos da rodovia. Duas cancelas são para o Via Fácil, sistema em que o veículo coloca um chip, não precisa parar e paga a conta por meio de boleto.

A sinalização antes da praça de pedágio foi reforçada nos dois sentidos. Funcionários foram treinados para orientar os veículos e dizem que o trabalho nos primeiros dias é grande.

– Muitos motoristas trafegam em alta velocidade. Orientaremos para que diminuam antes de chegarem na cancela – diz um deles.

O acesso à comunidade Morro Grande foi resolvido por um desvio. Quem ficou prejudicado foi o dono de uma churrascaria. Há acesso para o restaurante, mas o dono reclama que os clientes, a maioria caminhoneiros, têm dificuldade para entrar e manobrar no local. A churrascaria ficou isolada pela mureta de proteção. Já em Palhoça, a previsão é de que a cobrança comece ainda este mês.

Confira os preços

  • R$ 0,55 – motocicletas, motonetas, bicicletas a motor e triciclos
  • R$ 1,10 – automóvel, caminhonete e furgão
  • R$ 1,65 – automóvel com semirreboque, caminhonete com semirreboque
  • R$ 2,20 – caminhão leve, ônibus dois eixos, caminhão-trator e van
  • R$ 2,20 – automóvel com reboque e caminhonete com reboque
  • R$ 3,30 – caminhão, caminhão-trator, caminhão-trator com semirreboque e ônibus três eixos
  • R$ 4,40 – caminhão com reboque, caminhão-trator com semirreboque.

(Dependendo do número de eixos, pode chegar a R$ 6,60)

COMMENTS