Porto de Paranaguá mantém exportações em crescimento

Embarques de soja e produtos congelados puxaram alta

Memorando do estaleiro previsto para novembro
Indústria de SC busca saídas
Serra entrega primeiro trem do Metrô

As exportações no Porto de Paranaguá cresceram nos primeiros quatro meses do ano. Soja e milho tiveram alta no período, mas o destaque foi a queda de mais de 70% na importação de fertilizantes. Os dados foram divulgados pela administração dos portos de Paranaguá e Antonina.

Com a crise, dois dos principais portos do país em receita cambial, Santos e Vitória, tiveram queda na receita entre janeiro e abril. Mas o Porto de Paranaguá, com maior destaque para o agronegócio, conseguiu manter o crescimento nas exportações, principalmente pelo aumento nos embarques de soja e produtos congelados.

A variação na receita cambial em Paranaguá ficou positiva em 0,2%. Foram embarcados cerca de 5 milhões de toneladas de granéis sólidos entre janeiro e abril deste ano, uma alta de 8% na comparação com o mesmo período do ano passado.

A soja liderou o ranking de produtos exportados pelo porto paranaense. Foram embarcadas mais de 2,165 milhões de toneladas no primeiro quadrimestre de 2009. O volume é 7,6% maior do que as 2,011 milhões de toneladas movimentadas em igual período do ano passado.

As exportações de milho ficaram em 785 mil toneladas no período. De janeiro a abril do ano passado, foram 695 mil toneladas. Mas as importações de fertilizantes despencaram 72% para 634 mil e 231 toneladas. Nos primeiros quatro meses de 2008, os embarques somaram 2 milhões e 275 mil toneladas.

Paranaguá é a principal via de entrada de nutrientes destinados à produção de fertilizantes no país.

Link para a matéria

COMMENTS