Correios abrem licitação para franquias

O presidente dos Correios, Carlos Henrique Custódio, disse que a abertura da licitação conclui um processo iniciado em 2007, quando o governo federal enviou ao Congresso novas regras para a concessão de franquias

Frota brasileira de veículos está poluindo menos
Andar de moto em SP é mais barato do que pegar ônibus
Para IBGE, passagens aéreas subiram 31,88% em 2009

Por determinação do Tribunal de Contas da União (TCU), a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) abriu licitação para substituir as franquias de 1.429 de suas lojas. As franquias estão espalhadas por 440 municípios em todo o País, e só em São Paulo são 344.

O presidente dos Correios, Carlos Henrique Custódio, disse que a abertura da licitação conclui um processo iniciado em 2007, quando o governo federal enviou ao Congresso novas regras para a concessão de franquias contidas em medida provisória que foi aprovada no ano passado.

“O principal objetivo do edital é instituir um processo de transparência e de competitividade, além de dar uma resposta aos órgãos de controle e à Justiça”. Os avisos de edital vêm sendo publicados desde anteontem no Diário Oficial da União e em jornais de grande circulação em todo o País. De acordo com as regras, qualquer empresa poderá participar da licitação, inclusive as atuais detentoras das franquias, que não terão nenhum privilégio na disputa.

COMMENTS