Daimler fecha o primeiro trimestre com prejuízo

O grupo registrou no primeiro trimestre prejuízo líquido de € 1,28 bilhão (US$ 1,665 bilhão). No mesmo período de 2007 teve um lucro de € 1,33 bilhão (US$ 1,73 bilhão)

Taxistas em 11 cidades já aceitam pagamento por celular
Anac reabrirá voos em aeroportos urbanos
ANTAQ aprova proposta de norma para Instalação Portuária Pública de Pequeno Porte

A Daimler anunciou ontem prejuízo líquido trimestral maior do que o previsto e apresentou perspectivas sombrias para o restante do ano.

O grupo registrou no primeiro trimestre prejuízo líquido de € 1,28 bilhão (US$ 1,665 bilhão). No mesmo período de 2007 teve um lucro de € 1,33 bilhão (US$ 1,73 bilhão).

As perdas estão essencialmente vinculadas à queda nas vendas de carros e caminhões do grupo, duramente afetado pela crise econômica. O volume de negócios caiu 25%, para € 18,7 bilhões ( US$ 24,328 bilhões), em três meses.

A empresa com sede em Sttutgart prevê um segundo trimestre “claramente negativo” com uma perda antes do pagamento de impostos de € 1,42 bilhão.

As vendas e o volume de negócios de 2009 serão muito inferiores às de 2008.

Honda no vermelho

A Honda Motor, segunda maior montadora japonesa, anunciou ontem que fechou o ano fiscal 2008-2009 com lucro, apesar de um forte prejuízo no quatro trimestre.

De abril de 2008 a março de 2009, a Honda registrou lucro líquido de 137 bilhões de ienes (US$ 1,43 bilhão), queda de 77,2% em comparação com o exercício anterior, mas acima da previsão da empresa, que era de 80 bilhões de ienes.

No quarto trimestre do ano fiscal, a Honda registrou prejuízo líquido de 186,1 bilhões de ienes (US$ 1,95 bilhão ). No ano anterior, o lucro líquido foi de 25,4 bilhões de ienes no período. Para o exercício 2009-2010, que começou em 1º de abril, a Honda prevê lucro líquido de 40 bilhões de ienes (-70,8% em ritmo anual) com um volume de negócios de 8,37 trilhões de ienes (-16,4%) e um lucro operacional de 10 bilhões de ienes (-94,7%).

COMMENTS