Câmara aprova aula obrigatória à noite para motoristas

Dirigir à noite exige precauções adicionais e atenção redobrada

Norma da Receita que proíbe cobrança de IR sobre dez dias de férias está no Diário Oficial
Novo acordo para evitar demissões
ANTAQ abre audiência pública sobre afretamento de embarcação

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania aprovou na terça-feira (7) o Projeto de Lei 1015/07, do deputado Celso Russomanno (PP-SP), que obriga os futuros motoristas a terem aulas de direção à noite. De caráter conclusivo, o projeto segue agora para o Senado.

O relator na CCJ, deputado Hugo Leal (PSC-RJ), recomendou a aprovação da matéria, observando que o projeto atende às normas constitucionais.

Precauções adicionais

Russomanno argumenta que dirigir à noite exige precauções adicionais e atenção redobrada. Por essa razão, afirma, “o candidato deve submeter-se a essa circunstância no processo de treinamento, para não vir a fazê-lo apenas quando já lhe tiver sido concedida a permissão para dirigir”.

Pelo projeto, o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) baixará regulamento para determinar qual a carga mínima do curso de direção durante a noite. As novas regras passarão a vigorar 60 dias após eventual publicação da lei que vier a se originar do projeto.

Íntegra da proposta:
– PL-1015/2007

COMMENTS