MAN conclui compra da Volks Caminhões e quer produzir no País

o grupo alemão MAN já planeja produzir no Brasil veículos do segmento super-extra pesados - em adição à linha de caminhões produzida pela Volks por aqui

Pronasci das estradas propõe educação no trânsito
Regulamentação do transporte rodoviário é debatida em audiência pública
Governo Federal prepara mais obras para a BR-116 na região de Novo Hamburgo (RS)

Com o anúncio ontem do final do processo de compra da Volkswagen Caminhões e Ônibus, o grupo alemão MAN tornando-se um dos líderes no mercado brasileiro de veículos comerciais e já planeja produzir no Brasil veículos do segmento super-extra pesados – em adição à linha de caminhões produzida pela Volks por aqui – aproveitando a linha de produção já existente na cidade de Resende (RJ). “Isso acontecerá nos próximos anos, mas não podemos ainda precisar quando. O importante é salientar que as duas marcas seguirão fortes, uma em complemento da outra”, disse ao DCI, Roberto Cortes, que assumiu ontem o cargo de presidente da nova empresa criada a partir da aquisição, a MAN Latin America.

Juntas, as empresas geraram faturamento de cerca de 17 bilhões de euros (R$ 50, 6 bi) no ano fiscal de 2008.

Mesmo ainda não tendo data para a produção dos super-extra pesados no Brasil a MAN já apresentará seus produtos por aqui durante evento a ser realizado na segunda quinzena de outubro. A produção no Brasil deve acrescentar entre 10 mil e 12 mil veículos desse segmento ao total de vendas registrado pelo grupo no ano passado, que foi de 53 mil.

“Esta é nossa plataforma para crescimento na América Latina, envolvendo ambas as marcas de veículos comerciais do grupo. Juntos, o estado da arte em tecnologia da MAN e a expertise em mercados emergentes da Volkswagen Caminhões e Ônibus farão a diferença para nossos clientes. Somos agora os líderes do mercado brasileiro de caminhões, o que confirma nossa estratégia de comercialização nos países do Bric”. A MAN AG adquiriu a Volkswagen Caminhões e Ônibus em dezembro passado pelo valor de 1,175 bilhão de euros. A empresa é baseada em Resende (RJ) – onde produz desde 1996 – e em São Paulo (SP). A Volkswagen Caminhões e Ônibus é ainda a maior fabricante de caminhões, vendidos em sua maioria na América Latina e na África. Aproximadamente 56 mil caminhões e ônibus foram comercializados em 2008.

Crise

Cortes destaca que a maior parte do otimismo com relação ao mercado brasileiro é com foco no longo prazo. Isso porque a empresa, como a maioria do setor, também tem sofrido os efeitos da crise econômica mundial e registrou queda de 15% nas vendas do primeiro bimestre do ano com relação ao mesmo período de 2008. “Mas o governo tem feito a parte dele com a redução do IPI. Foi graças a isso que a queda não foi maior e já se observa sinais de melhora”, afirma o executivo.

Link para a matéria

COMMENTS