Todos os pedágios de Santa Catarina entram em funcionamento até abril

Até o momento, quatro praças já foram inauguradas

Gol fecha acordo com Iberia e capta R$ 1 bilhão
Dnit: regras atuais atrasam obras no setor de transportes
Mato Grosso terá nova alternativa para escoamento da produção

As sete praças de pedágio previstas para funcionar em Santa Catarina devem estar todas operando até o fim de abril. Quatro praças já estão em funcionamento. Segundo a empresa que administra os pedágios, houve atraso nas obras por causa das chuvas de novembro.

As três praças construídas na BR-116 já estão em funcionamento, nos municípios de Correia Pinto e Santa Cecília, no Planalto Serrano, e Monte Castelo, no Planalto Norte. O preço da tarifa é de R$ 2,70 para carros de passeio. Motocicletas pagam R$ 1,35 e, para veículos de grande porte, o valor é por eixo.

Na BR-101, o primeiro posto começou a funcionar no último domingo em Garuva, no Norte. Até o final de abril, outras três praças, em Palhoça, na Grande Florianópolis, Araquari, no Norte, e Porto Belo, no Litoral Norte, também devem começar a cobrança.

Na BR-101, o preço da tarifa será de R$ 1,10 para carros de passeio em cada praça. Motocicletas pagam metade deste valor e veículos de grande porte pagam este valor por eixo.

Como contrapartida pela cobrança, a empresa concessionária precisa prestar uma série de serviços aos usuários das rodovias. Toda praça de cobrança deve ter um posto de atendimento aos motoristas, além de ambulância com UTI móvel.

A manutenção e inspeção das condições das estradas também é uma obrigação contratual. O serviço de guinchos para carros com problemas mecânicos é um dos mais prestados pela empresa.

Link para a matéria

COMMENTS