Preços de equipamentos para postos de combustíveis continuam estáveis

O mercado se mantém promissor para a indústria do setor dos combustíveis, apesar das turbulências econômicas

Bilhões são literalmente perdidos anualmente
Viação Itepemirim adquire 50 ônibus Marcopolo
Novos trechos da Marginal Tietê são liberados ao tráfego

A queda da produção industrial brasileira em dezembro, de 12,4% ante novembro, considerada dramática pelo mercado, não afetou de forma significativa os negócios no setor de equipamentos e produtos para o setor dos combustíveis, segundo a ABIEPS (Associação Brasileira da Indústria de Equipamentos para Postos de Serviços).

De acordo com Carlos Zeppini, presidente da entidade, também os valores dos serviços estão estáveis, e “devem continuar” em virtude do mercado estar com baixo consumo e da queda dos commodities. “Acreditamos em um primeiro trimestre reprimido, mas com recuperação, e 2010 promissor”, afirma.

A boa perspectiva das mais de cem empresas associadas à ABIEPS, conforme explica Zeppini, está baseada na frota crescente de veículos no país e na conseqüente conquista de novos consumidores pelos postos, o que deve manter o mercado interno aquecido.

Prova disso são os dados levantados pela ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis) que revelam que o mercado de combustíveis cresceu 8% no ano passado e deve apresentar crescimento também em 2009.

Além disso, a ABIEPS acredita também que a adequação ambiental vai continuar acontecendo nos postos de combustíveis, não só pelo aspecto de cumprimento à legislação, mas principalmente porque os empresários do setor têm a necessidade de transformar seu negócio em algo mais atrativo.

“Quanto às exportações, apesar do dólar favorável, o mercado externo está com baixo consumo e não existe uma perspectiva favorável em curto prazo”, conclui o presidente.

COMMENTS