Estrangeiros disputam licitação de trens do Rio

Semana passada, chineses, coreanos e franceses disputaram a licitação para aquisição de 30 trens, por parte da Secretaria de Transportes do Rio de Janeiro

Governo aplicou mais de R$ 1,5 bi nas rodovias do Paraná desde 2003
BG vai investir US$ 4 bi no campo de Tupi
Transferência de vôos para o Santos-Dumont é tema de debate

Os estrangeiros estão mesmo de olho nas oportunidades do setor ferroviário brasileiro. Semana passada, chineses, coreanos e franceses disputaram a licitação para aquisição de 30 trens, por parte da Secretaria de Transportes do Rio de Janeiro, que serão destinados à Central/SuperVia. Ainda não foi dado prazo para a divulgação do vencedor na concorrência, que vale um negócio de cerca de US$ 220 milhões, para o fornecimento de quatro composições destinas a movimentação de passageiros.

Estão no páreo, ao terem participado da concorrência, dois consórcios chineses, um composto pelas empresas CMC-CNR CRC e o outro por CSR Qingdao Sifang Locomotive & RolLing Stock Co, bem como a coreana Rotem Company e a francesa Alstom Transport, conforme divulgou a secretaria.

Os novos equipamentos serão financiados pelo Banco Mundial, que fará a avaliação final do projeto, após uma pré-avaliação que será realizada por uma comissão. A ação integra a segunda etapa do Programa Estadual de Transportes. A intenção é a modernização do sistema ferroviário metropolitano do Rio.

Após todo o processo de verificação das propostas, e a confirmação do vencedor, o consórcio terá o prazo de um ano para a entrega do primeiro trem. A partir daí, mais 21 meses serão contados para a consolidação do restantes.

Link para a matéria

COMMENTS