EcoSport chega aos 500 mil e serve de lição para driblar crise

Lançado em 2003, modelo conquistou público brasileiro e mercado externo

Detran intima 2.645 motoristas a entregarem a carteira de habilitação
Isenção de pedágio atrai 1,1 mil em Palhoça (SC)
Projeto disciplina embalagem de frutas e hortaliças

A Ford lançou o EcoSport em plena crise de 2003. Seis anos depois o produto chega a 500 mil unidades produzidas. É sucesso de vendas no País e no exterior. Com o EcoSport a engenharia brasileira deu prova de competência ao criar um produto adequado às condições locais e criou um nicho de mercado que levantou a Ford. Na época do lançamento a montadora tinha cerca de 7% de participação no mercado brasileiro e vinha colecionando quedas no ranking brasileiro.

Em 1995 a Ford começou a perder espaço no Brasil, principalmente pela falta de produtos populares com motor 1.0 (1 litro de cilindrada) — incentivados por isenções fiscais e responsáveis por mais de 50% do mercado.

Com o novo produto, a Ford conseguiu cerca de 12% de participação que sustenta até hoje.

“O EcoSport foi concebido para ser um remédio para a crise e precisávamos
de um produto que atraísse todos os públicos”, disse o diretor de assuntos governamentais e comunicação corporativa para América do Sul, Rogelio Golfarb.

As pesquisas da montadora indicavam que o brasileiro desejava um produto com boa altura em relação ao solo, motor de excelente desempenho, aparência forte e robusta, posição de dirigir mais alta, boa dirigibilidade em estrada e fora dela e espaço para acomodar a família e os amigos. E mais: que tivesse apelo à aventura.

No primeiro ano no mercado, em 2003, em apenas oito meses, o EcoSport atingiu a marca de 27.215 unidades vendidas. Com isso, superou a estimativa de vendas de 25 mil unidades e contribuiu para o crescimento de 16% da Ford no ano, e para que a empresa atingisse seu melhor faturamento na América do Sul, desde 1994. A participação de mercado da empresa subiu para 11,8% apenas no primeiro mês oficial de vendas — o melhor resultado mensal desde 2001. “O EcoSport é emblemático, conseguiu vários prêmios e é em sua categoria, o produto mais vendido. Não há no mercado um competidor na mesma faixa de preço”, ressaltou Golfarb.

Exportação

O projeto do EcoSport foi todo desenvolvido pela engenharia da Ford brasileira e conquistou não só o publico brasileiro, como também é exportado para vários países. Dos 500 mil veículos produzidos, 246.131 foram destinados ao mercado brasileiro e 244.979 para o exterior.

O modelo é exportado hoje para dez países, incluindo Argentina, Venezuela, Equador, Colômbia, Chile, Uruguai, Paraguai, Bolívia, Peru e México. Tem também unidades rodando em outros 16 países, como Síria e Líbano, no Oriente Médio, além do Cazaquistão, Angola, Nigéria e Etiópia, na Ásia e África.

O exemplo de criar em momentos de crise pode também ser seguido pela Ford nos EUA, que enfrenta hoje o maior prejuízo de sua história. “Em hora de crise temos que utilizar a nossa capacidade intelectual para inovar em produtos que atraem o consumidor”.

COMMENTS