América Latina Logística pretende abrir 300 postos de trabalho

No RS serão contratados 60 novos profissionais. Uma das unidades está em Canoas

Comissão aprova direito de segurado escolher oficina para reparos
GM pára Gravataí pela 3ª- vez
Modelo para trem veloz deve sair hoje; setor requer R$ 74 bi

A América Latina Logística (ALL) prevê contratar 300 novos colaboradores este ano. As principais vagas são para o programa de formação de maquinistas, técnicos de via permanente e elétrica e mecânica, além dos tradicionais programas de trainees e engenheiros. A área de atuação para estes profissionais abrange os seis Estados onde a empresa opera – Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. No Rio Grande do Sul serão contratados 60 novos profissionais, nas unidades de Canoas, Porto Alegre, Santa Maria, Rio Grande e Uruguaiana. Destes, 30 serão contratados no primeiro trimestre do ano. Todos passarão por cursos de formação e capacitação na Universidade Corporativa da Empresa (Uniall), com sede em Curitiba.

Na contramão da crise, a empresa pretende crescer 12% este ano e manter investimento de R$ 600 milhões. Entre os principais projetos estão a reforma e aquisição de locomotivas e vagões e o redesenho dos trens para 8 mil toneladas na bitola larga, que compreende o trecho entre Alto Araguaia (MT) e Santos (SP). A operadora logística informa ainda que investirá R$ 9 milhões em treinamento e capacitação em todas as suas unidades no Brasil.

COMMENTS