Ford tenta vender Volvo por R$ 6 bi e fazer caixa

Ford, que adquiriu a Volvo por US$ 6,4 bilhões em 1999, conta com a força da marca para atrair pretendentes, disse uma das fontes que pediu anonimato porque o preço-alvo não foi ainda divulgado

Campanha sobre riscos de acidentes com moto ocorre em 23 estados
FedEx ganha menção honrosa no prêmio 2008 Corporate Citizen of the Americas
Recursos para o próximo Plano Safra devem ser 20% maiores

Ford Motor poderá tentar vender a Volvo por US$ 6 bilhões , valor próximo ao que pagou pela montadora sueca há 10 anos, e utiliza o JPMorgan Chase como consultor, disseram pessoas informadas sobre o plano.

Ford, que adquiriu a Volvo por US$ 6,4 bilhões em 1999, conta com a força da marca para atrair pretendentes, disse uma das fontes que pediu anonimato porque o preço-alvo não foi ainda divulgado. A Volvo com sede em Gotemburgo, obteve o 1° lugar em segurança em uma pesquisa independente do U.S. Consumers Union em janeiro.

Propostas de chineses – Pressionada para garantir uma salvaguarda de US$ 9 bilhões do governo dos Estados Unidos , a Ford talvez não obtenha seu preço-alvo, disse Ferdinand Dudenhoefer, diretor do Centro de Pesquisa Automotiva na Universidade de Gelsenkirchen na Alema-nha. As propostas também poderão ficar limitadas às montadoras chinesas, empresas compradoras de ativos ou a um grupo arranjado pelo governo sueco. Renault da França não está interessada, disse uma porta-voz , Frederique Le Greves.

A Ford anunciou em 1° de dezembro que poderia vender a Volvo já que procura demonstrar ao Congresso que está agindo para reduzir as despesas e retornar à lucratividade. Ford, General Motors e Chrysler solicitam ao governo dos EUA US$ 34 bilhões em ajuda, a medida que a recessão e a crise de crédito reduzem as vendas. A Ford com sede em Dearborn, Michigan, perdeu US$ 24 bilhões desde 2005, e o principal executivo Alan Mulally desistiu em maio do objetivo de ganhar dinheiro no próximo ano.

COMMENTS