CAF aprova recursos para rodovia entre Brasil e Peru

A quantia servirá para financiar as obras adicionais dos trechos dois, três e quatro do Corredor Vial Interoceânico Sul, também conhecido como "rodovia Interoceânica, durante o período de 2009 até 2010", afirmou Eleonora Silva, diretora da CAF no Peru

SC quer acelerar ritmo de liberação de recursos do PAC
TNT Mercúrio planeja novas rotas fora
Air Minas é Top 100 2008

A Corporação Andina de Fomento (CAF) aprovou um empréstimo de US$ 300 milhões para a execução dos trechos de uma rodovia que unirá o Peru a Brasil e Bolívia, disse ontem uma funcionária da CAF.

A quantia servirá para financiar as obras adicionais dos trechos dois, três e quatro do Corredor Vial Interoceânico Sul, também conhecido como “rodovia Interoceânica, durante o período de 2009 até 2010”, afirmou Eleonora Silva, diretora da CAF no Peru.

O trecho em seu conjunto tem 2,6 mil quilômetros de vias desde o Pacífico até o Atlântico e é um dos maiores projetos individuais de infra-estrutura e geração de emprego da história peruana, com um investimento superior a US$ 800 milhões.

“Desta maneira se poderá consolidar o projeto como elemento estruturador do desenvolvimento da região Sul do Peru e de sua integração com Brasil e Bolívia, gerando benefícios a cerca de seis milhões de peruanos e quase um milhão de brasileiros e bolivianos”, disse Eleonora.

Projeto desde 2005 – Segundo ela, a CAF financia o projeto desde sua inauguração em 2005 com uma ativa participação no primeiro programa de financiamento.

O consórcio encarregado da construção dos trechos dois e três (Conirsa) será formado pela construtora brasileira Odebrecht e a peruana Graña y Montero, entre outras.

COMMENTS