Metalúrgicos da Bosch suspendem greve no Paraná

Os metalúrgicos vão receber abono salarial de R$ 1,5 mil já em dezembro, antecipação da segunda parcela da Participação nos Lucros ou Resultados (PLR) no mesmo mês (cerca de R$ 1 mil) e o reajuste salarial em março

Trem de alta velocidade é economicamente viável, diz superintendente da ANTT
Tabela do DPVAT coloca preço em partes do corpo
Especialista defende mudança na Lei Seca para facilitar punições

Os trabalhadores da Bosch, maior indústria metalúrgica do Paraná, decidiram na última quarta-feira, em assembléia geral, voltar ao trabalho após três dias de greve. Segundo a assessoria do Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba (SMC) , a grande maioria dos cerca de 4,4 mil metalúrgicos aceitou a proposta da empresa. Eles consideraram  que  houve avanço significativo em relação ao que vinha sendo oferecido à  categoria, que tem data base em 1º de dezembro.

Os metalúrgicos vão receber abono salarial de R$ 1,5 mil já em dezembro, antecipação da segunda parcela da Participação nos Lucros ou Resultados (PLR) no mesmo mês (cerca de R$ 1 mil) e o reajuste salarial em março de 2009, composto de aumento real de 3,6% e reposição de 100% da inflação acumulada nos últimos doze meses (prevista pela Dieese em 7,15%).  De acordo com assessoria da entidade, ficou decidido também que os dias parados não serão descontados e nem compensados.

O sindicato informou que a campanha salarial dos metalúrgicos da Grande Curitiba, que envolve cerca de 30 mil trabalhadores, continuará em outras indústrias do setor. (Lúcia Norcio – Repórter da Agência Brasil)

Link para a matéria

COMMENTS