Mantega deve receber amanhã estudo sobre dilatação de prazo de pagamento de impostos

A medida seria mais uma iniciativa para ajudar o setor produtivo a manter mais recursos em caixa diante da crise financeira que tem reduzido o volume de crédito no mercado

Com redução de demanda, Vale vai negociar contratos
DER vai recuperar estrada de chão na região Noroeste
Argentinos é que devem acelerar liberação de licenças, e não brasileiros, diz ministro

A Receita Federal confirmou que pretende entregar até amanhã (4) ao ministro da Fazenda, Guido Mantega, estudo sobre a dilatação do prazo para o pagamento de impostos federais e os impactos que a medida pode causar na arrecadação. A medida seria mais uma iniciativa para ajudar o setor produtivo a manter mais recursos em caixa diante da crise financeira que tem reduzido o volume de crédito no mercado.

O pedido do estudo teria sido feito na última sexta-feira à Receita, três dias depois que o ministro Guido Mantega admitiu a possibilidade temporária de adotar essa medida, desde que análises fossem feitas para avaliar o impacto fiscal nas contas do governo.

Os estudos da Receita devem apresentar o impacto da dilatação na arrecadação de impostos recolhidos pelo regime de competência. Por esse regime, os impostos são registrados no mês corrente, mas cobrados depois, como é o caso do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) e das contribuições previdenciárias. (Daniel Lima-Repórter da Agência Brasil)

Link para a matéria

COMMENTS