Lucro da BR cresce 49% no ano, para R$ 1,028 bilhão

Em relação ao resultado obtido nos primeiros nove meses de 2006, de R$ 438 milhões, o lucro apurado no acumulado deste ano representou avanço de 135%

Empresa alemã trouxe os aparelhos para 10 mil atletas
Controle fiscal é destaque no país
Dragagem no Porto do Mucuripe: Chineses e holandeses interessados nas obras

A Petrobras Distribuidora (BR), braço de distribuição de combustíveis da Petrobras, registrou lucro líquido recorde de R$ 1,028 bilhão entre janeiro e setembro, aumento de 49,2% sobre o valor alcançado no mesmo período do ano passado, de R$ 689 milhões. Em relação ao resultado obtido nos primeiros nove meses de 2006, de R$ 438 milhões, o lucro apurado no acumulado deste ano representou avanço de 135%.

No terceiro trimestre, a BR teve ganhos de R$ 357 milhões, um avanço de 30% sobre os R$ 273 milhões alcançados em igual período de 2007.

Segundo nota divulgada pela empresa, trata-se do maior resultado “operacional da história” da companhia e foi “a primeira vez” que a distribuidora “ultrapassou a barreira do R$ 1 bilhão de lucro”.

Com o resultado obtido no acumulado de janeiro a setembro, o lucro líquido médio mensal contabilizado no período ficou em R$ 114 milhões, sobre R$ 76 milhões registrados em igual intervalo de 2007.

O bom resultado da empresa no acumulado do ano reflete “o constante aumento do volume de vendas e a manutenção do controle de custos”, informou a BR.Vendas crescem 13%

Nos primeiros nove meses de 2008, a concessionária vendeu 28,051 bilhões de litros de combustível, o que representou um incremento de 13,7% sobre o volume comercializado nos mesmos meses de 2007.

“É natural que apuremos resultados tão otimistas, uma vez que operamos de forma enxuta”, comentou, em comunicado divulgado pela empresa, o presidente da Petrobras Distribuidora, José Eduardo Dutra.

Segundo Dutra, a continuidade do crescimento do mercado global de combustíveis e o aumento da participação da BR neste segmento contribuíram para os resultados recordes.

Participação de 44% – Entre janeiro e setembro, mercado brasileiro de venda de combustíveis teve um incremento de 6,7 bilhões de litros, 10,2% acima do volume verificado em igual intervalo de 2007. Do total, a BR negociou 2,965 bilhões de litros (44% do mercado).

COMMENTS