Uruguai sem fronteiras

Os vôos não regulares, como os charter, também serão ilimitados, bastando que haja capacidade aeroportuária e de tráfego aéreo

Goiás prepara editais para segunda fase da plataforma logística
Mesmo com crise, vendas crescem 14,1% em 2008
Liberdade de mercado determina preços das companhias aéreas

As ligações aéreas entre Brasil e Uruguai, antes limitadas a 43 vôos semanais de ida-e-volta, agora são irrestritas. Esse foi o resultado da renegociação do acordo bilateral pela Agência Nacional de Aviação Civil – ANAC com a autoridade aeronáutica uruguaia. Os vôos não regulares, como os charter, também serão ilimitados, bastando que haja capacidade aeroportuária e de tráfego aéreo.

Atualmente, são realizados 21 vôos semanais do Brasil para o Uruguai, pela Gol e TAM, e outros 21 vôos no sentido inverso, pela Pluna. O aumento da capacidade prevê o aumento da demanda no futuro. O Uruguai é o terceiro país da América do Sul que mais recebe passageiros vindos do Brasil: foram 147 mil em 2007, menos que Argentina e Chile, mas superior ao volume que viajou do Brasil para o Reino Unido no ano passado, por exemplo.

COMMENTS