Mercedes-Benz implanta novos projetos de produção mais limpa

Programa Produção mais Limpa (P+L) da Mercedes-Benz do Brasil viabiliza a implantação de ações voltadas à redução do consumo de matérias-primas e recursos naturais, bem como de geração de resíduos

Grande Recife disciplina operações de carga e descarga
Consórcio Luiza lança carta de crédito para compra de caminhões
Projetos ferroviários perdem o trem da história

A Mercedes-Benz do Brasil acaba de implantar sete novos projetos do programa Produção mais Limpa (P+L) em sua fábrica de caminhões e ônibus em São Bernardo do Campo e também na Central de Peças, na unidade de Campinas, em São Paulo. O P+L é um conjunto de iniciativas voltadas à redução do consumo de matérias-primas, recursos naturais e geração de resíduos, bem como de melhoria nos processos industriais e de redução de custos.

O P+L estimula o comprometimento dos colaboradores com os objetivos da Empresa e eleva o nível de conscientização para a preservação ambiental. Essa ação coloca em evidência a efetiva aplicação do tripé da sustentabilidade, com impactos positivos em termos ambiental, econômico e social.

Com os sete novos projetos, a Empresa chega a 16 ações implantadas nas áreas de produção, desde o início do programa, em 2005. Em parceria com o SENAI, o P+L é formado por um treinamento de conscientização e capacitação de colaboradores com duração de dois dias, além de consultoria para acompanhar o andamento dos projetos. O objetivo é detalhar o conceito entre todos os participantes para que as boas práticas estejam em seu dia-a-dia. Mais de 300 colaboradores já participaram desses treinamentos.

Entre os novos projetos destacam-se ações voltadas para a melhoria e a otimização de processos e para a reutilização de materiais.

Melhoria no processo de pintura

Aquisição de tintas em latas de 0,9 litro para cores de baixo consumo, substituindo os galões de 3,6 litros, e criação de um código para os novos itens.

• Benefícios: redução no consumo de tinta e no risco de acidente (limpeza de 531 galões/ano).
• Redução na geração de resíduos da Classe I: 0,8 tonelada/ano.
• Redução na geração de sucata metálica: 48 kg/ano.

Melhoria no procedimento de limpeza

Substituição da lavagem da plataforma de expedição de peças de reposição, na unidade de Campinas, por novo procedimento que utiliza uma máquina para esfregar o chão e panos úmidos.

• Benefícios: redução de 80% no consumo e descarte de água, sensibilização e comprometimento dos colaboradores.
• Redução total no consumo de água: 34,56 mil litros/ano.

Otimização do processo de exportação de bielas

Melhor utilização do espaço interno das embalagens de madeira, com remessa de mais bielas por caixa e envio de parafusos em embalagens plásticas.

• Benefícios: redução no corte de árvores, no consumo de derivados de petróleo, na quantidade de embalagens adquiridas e nos custos do processo de exportação de bielas.
• Redução no corte de árvores: 20 árvores/ano.

Reutilização de dois novos modelos de paletes

Adequação dos paletes recebidos na importação de componentes, com tratamento do material pelo fornecedor, para reutilização na exportação de peças.

• Benefícios: redução na geração de resíduos, nos custos com aquisição de paletes novos e no consumo de recursos naturais (corte de árvores).
• Redução total na geração de resíduos Classe II: 10,97 toneladas/ano.

Reutilização interna de plástico bolha

Criação de um novo procedimento para a separação, armazenamento e logística do plástico bolha, recebido na importação de peças, para reuso interno.

• Benefícios: redução no consumo de plástico bolha novo e, conseqüentemente, de custos.
• Redução na destinação de resíduos Classe II: 5,1 toneladas/ano

Reutilização interna de plástico filme

Separação do plástico filme utilizado para proteção de motores Sprinter na logística interna e reutilização desse material na área de montagem e teste final de motores.

• Benefícios: aumento da vida útil do plástico e redução na geração de resíduos, no consumo de material novo, bem como, do risco de acidentes, com a menor utilização de instrumentos de corte.
• Redução na geração de resíduos Classe II: 2,16 toneladas/ano.

Mudança no processo de lubrificação de câmbios

Modificação do processo de lubrificação dos anéis sincronizadores dos câmbios, que passaram a ser lubrificados individualmente de acordo com a quantidade de câmbios a ser produzida.

• Benefícios: redução na geração de resíduos, com as bandejas sendo descartadas como resíduo reciclável, permitindo ganhos com redução de custos.

COMMENTS