Índice de atrasos na aviação regularcaiu para 10,5% em setembro

Esse é o menor índice de atrasos em 17 meses. Já o índice de cancelamentos de vôos em setembro de 2008 caiu à metade

Polícia busca quadrilha envolvida em roubos em Santa Catarina
Paranaguá amplia em 33,78% exportação de congelados
Porto do Açu recebe licença ambiental para construir pátio logístico

O índice de atrasos na Aviação Regular brasileira voltou a cair no mês de setembro, com uma redução de três pontos percentuais: ficou em 10,5%, contra 13,6% em agosto. Esse é o menor índice de atrasos em 17 meses. Já o índice de cancelamentos de vôos em setembro de 2008 caiu à metade em comparação ao mesmo mês de 2007: de 6,1% para 3,0%.

O referencial adotado pela ANAC é o de vôos com atrasos acima de 30 minutos e compreende as operações das cinco maiores companhias da Aviação Regular nacional – TAM, Gol, Varig, Webjet e OceanAir, que juntas detêm 98,1% do mercado doméstico brasileiro – nos 67 aeroportos administrados pela Infraero. Já o indicador de cancelamentos, também fornecido pela Infraero, considera todos os vôos previstos pela companhia e que não foram realizados.

A Webjet, que havia obtido uma diminuição significativa de julho a agosto, voltou a elevar seu índice de atrasos, de 17,3% para 18,6%. As outras quatro empresas melhoraram o desempenho e a companhia mais pontual em setembro foi a Varig (7,6% de atrasos nas partidas). Entretanto, a Varig registrou o maior número de cancelamentos (5,5%), enquanto a OceanAir foi a empresa que registrou menor índice: apenas 1,9% dos vôos cancelados.

COMMENTS